LANCE!
18/01/2016
18:29
Belo Horizonte (MG)

O Cruzeiro, a Federação Mineira de Futebol e o estado de Minas Gerais foram condenados nesta segunda-feira, pelo Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG), a indenizar os parentes de um torcedor do Atlético-MG morto nos arredores do Estádio do Mineirão em 2007.

Ronaldo Pedro Ferreira, morreu após ser espancado no dia 8 de maio daquele ano, perto do Mineirão, onde Cruzeiro e Atlético-MG disputavam a final do Campeonato Mineiro. Em 2009, um homem foi condenado pelo crime.

Cruzeiro, Federação Mineira e o estado de Minas Gerais terão que indenizar à família em R$ 20 mil com juros e correção a contar desde 2007.

Segundo o Tribunal, o pai da vítima alegou que houve negligência na segurança do jogo. Já a desembargadora Albergaria Costa considerou de responsabilidade dos organizadores promover a segurança do evento.

De acordo com o G1, o Cruzeiro recorrerá da setença. A Federação e o governo de Minas Gerais ainda não anunciaram uma posição.