Paulo Bento - Cruzeiro

Raposa está na lanterna. Mas jornalistas portugueses dizem que o técnico é um dos melhores do ramo para formar bom time com pouco recurso. 'É só deixar que ele trabalhe'  (Foto: Washington Alves/Light Press)

CARLOS ALBERTO VIEIRA
20/06/2016
11:52
Marcoussis (FRA)

Paulo Bento assumiu o Cruzeiro após a estreia do time na Série A.  Até o momento, não conseguiu sucesso e a Raposa ainda fechou a rodada passada na lanterna, fato raríssimo nos pontos corridos. Terá sido uma bola fora esse casamento entre o time mineiro e o ex-técnico da seleção de Portugal? Para a quase totalidade da imprensa portuguesa que cobre o time de Cristiano Ronaldo nesta Eurocopa, não.

- Paulo Bento chegou para tentar formar um Cruzeiro novo, que em quase nada se parece com o time bicampeão brasileiro, não foi? Pois bem, montar um time é a especialidade dele. Pegou um Sporting fraco e o colocou quatro anos em segundo lugar mesmo com o clube em crise e sem grandes jogadores como tem lá no Porto e no Benfica - disse José Carlos Freitas, do jornal "Record".

O jornalista, veterano na cobertura da seleção lusitana, só espera que a pressão por resultado não abrevie a sua passagem por Belo Horizonte

- No Brasil essa aflição é muito maior do que em Portugal. Tem que vencer para ontem e com cinco ou seis rodadas um técnico cai. Mas se tiver tempo ele fará bom trabalho. É enérgico, sabe cuidar do jogador, nunca critica um comandado em público, o que faz ganhar a confiança do grupo. Deixem ele trabalhar - concluiu.

Manuel Casaca, de "O Jogo" , diz que Paulo Bento sabe aproveitar como poucos a prata da casa, além de tirar o máximo de jogadores medianos. Por isso é muito valorizado:

- Ele escolheu o Cruzeiro porque sabe que a base é forte, estrutura muito boa, há dinheiro e a chance de conseguir montar um grande time é grande. Ele, no Sporting não tinha quase estrutura e foi tão bem que assumiu a seleção nacional, com sucessos nas Eliminatórias e na Euro-2012. Só foi mal na Copa-2014. Depois, foi sondado pelo Atlético de Madri. Também recusou propostas Árabes, do Braga. Várias. Começou mal. Mas dará a volta por cima.

Para não dizer que todos são fãs de carteirinha, o jornalista Pedro Valente, da "Rádio Renascença" é crítico de Paulo Bento. O seu alerta: o treinador tem um ponto fraco.

- Nunca gostei muito do seu trabalho, sempre teve problemas de comunicação - disse.