Gilvan de Pinho Tavares (Foto: Washington Alves / LightPress)

Gilvan diz que avaliação de Deivid será 'feita internamente' (Foto: Washington Alves / LightPress)

RADAR / LANCE!
01/03/2016
12:00
Belo Horizonte (MG)

O clima pesou para Deivid no Cruzeiro. Em entrevista nesta terça-feira ao "Estado de Minas", o presidente do clube, Gilvan de Pinho Tavares, foi sucinto ao falar sobre a necessidade de a equipe ter resultados imediatos sob seu comando:

- O que posso dizer é que se der certo ele fica, se não der, ele sai. 

O dirigente lembrou a opção por escolher o ex-atacante como técnico, mas despistou sobre uma avaliação de seu trabalho:

- Ele não era treinador de ponta, mas resolvemos dar uma oportunidade. Os jogadores gostavam e queriam a presença dele. Estávamos esperançosos. Foi uma aposta nossa. Mas não vou fazer juízo pela imprensa. Vamos conversar internamente sobre o desempenho de todos.

Porém, Gilvan evitou estabelecer um prazo para o Cruzeiro dar resultados em campo. O Cruzeiro é vice-líder do Campeonato Mineiro, com 11 pontos, mas não vem apresentando vitórias convincentes, enquanto a equipe é a penúltima colocada da Primeira Liga, com dois pontos.