Fábio, goleiro do Cruzeiro (Foto: Washington Alves/Light Press/Cruzeiro)

Fábio, goleiro do Cruzeiro (Foto: Washington Alves/Light Press/Cruzeiro)

RADAR/LANCE!
03/04/2016
18:37
Belo Horizonte (MG)

A vitória sobre o lanterna do Campeonato Mineiro, por 2 a 0, na tarde deste domingo (3), no Mineirão, não agradou Fábio. Apesar da apresentação convincente na primeira etapa, o goleiro reprovou a atuação no período complementar.

– No primeiro tempo, a equipe entrou bem atenta em busca da vitória, teve uma consistência muito boa, teve boas oportunidades e fez os gols. No segundo tempo, a gente trabalhou mais a posse de bola. Poderíamos ter mais oportunidades, mas está de bom tamanho. A gente tem que evoluir com o decorrer das partidas – afirmou.

– Tem que evoluir sempre, dentro dessas partidas que teremos na semifinal, temos que sempre ficar dentro do jogo, concentrado ao máximo. Temos que sobressair sobre as dificuldades da semifinal para chegar à decisão – acrescentou.


E parece que ele não foi o único a se queixar da atuação. Deivid ficou, durante boa parte dos 45 minutos finais, queixando-se de seus comandados. Do banco de reservas, o comandante gesticulou e ficou bastante irritado, sobretudo com os homens de criação.

Apesar das cobranças aos companheiros, Fábio reconhece que a equipe chegou a um bom nível na temporada. Ele aponta a “perseverança” como o ponto fundamental para que a equipe viva a fase atual.

– Perseverança. Viemos de todas as dificuldades de um recomeço, de uma reformulação de jogadores e treinador. Todo perseverou para buscar algo melhor, um entrosamento mais rápido para que pudéssemos ter êxito nas partidas e se classificar na liderança – concluiu.