Deivid (Foto: Divulgação/Washington Alves/Light Press)

Deivid também destacou importância de jogadores que entraram no segundo tempo (Foto: Divulgação/Washington Alves/Light Press)

LANCE!
04/02/2016
11:56

Na noite desta quarta-feira, no Estádio José de Alencar, em Muriaé, na Zona da Mata de Minas Gerais, o Cruzeiro derrotou o Tombense, por 2 a 1, de virada, em partida válida pela segunda rodada do Campeonato Mineiro. Após a partida, o técnico Deivid elogiou o desempenho do time, apesar de ter reconhecido que não foi um jogo fácil. O treinador elogiou especialmente os jogadores Marcos Vinícius e Élber, que entraram no segundo tempo. O primeiro, inclusive, fez o passe para o gol de Rafael Silva, que deu a vitória ao time celeste.

- Foi uma vitória pra tirar um pouquinho o peso. No primeiro tempo, não estivemos bem no jogo. O Tombense teve mais volume de jogo e ganhou o meio-campo. Não deu para ajustar. Eles foram melhores no primeiro tempo que no segundo. Foram dois jogos distintos. Eles ganharam o primeiro e nós ganhamos o segundo. No intervalo, consegui ajustar a equipe. Coloquei o Marcos Vinícius pra fazer o tripé, junto com o Henrique e o Sánchez Miño. O Élber ficou aberto pela direita porque o lateral-esquerdo deles estava apoiando muito e depois ele ficou com receio de subir. A gente está ajustando a equipe durante a competição e é muito difícil. O Tombense começou a pré-temporada em novembro, tanto que fisicamente eles estão muito acima do Cruzeiro. O segundo tempo foi muito bom. Temos que ajustar algumas coisinhas para não sofrer tanto. A gente está encontrando o melhor esquema e o melhor posicionamento para que os jogadores se sintam mais à vontade - disse o treinador.

Deivid reconheceu que o Cruzeiro sofreu um pouco na partida, segundo ele, principalmente por jogar de uma forma ofensiva. No entanto, o treinador afirmou que não pensa em colocar uma equipe em campo com mais preocupação defensiva.

- O Cruzeiro vai propor o jogo. Quando você faz isso, acaba dando espaço. E quando dá espaço, corre o risco de sofrer o gol. Não posso ser treinador do Cruzeiro e jogar atrás. Tem que jogar na frente. Com todo respeito a URT e Tombense, são clubes inferiores ao Cruzeiro. Nós vamos propor o jogo, é natural. Só temos que ajustar algumas coisas para deixar o time no jeito - disse Deivid.

O elenco do Cruzeiro retorna à Belo Horizonte na manhã desta quinta. À tarde, Deivid comanda treino na Toca da Raposa II. O time voltará a campo no domingo, dia 14, quando enfrentará o Tupi, no Mineirão.