Cruzeiro x Atlético-GO - Dedé (Foto: Gil Leonardi/ LANCE!Press)

(Foto: Gil Leonardi/ LANCE!Press)

RADAR/LANCE!
21/07/2016
16:01
Belo Horizonte(MG)

Na última segunda-feira, o zagueiro Dedé foi finalmente liberado do departamento médico. Agora, o defensor, que está ausente do Cruzeiro desde fevereiro, está entregue à preparação física. 

Em entrevista ao canal de TV Fox Sports, o defensor falou como está o seu processo de recuperação, mas também mostrou-se incomodado com críticas de que estaria fazendo "corpo mole" para voltar aos treinos. 

 -Comecei a preparação física e estou próximo do retorno. Cada dia mais empolgado com meu ganho de força. A minhas dores estão sumindo. É assim mesmo.  Cobrança demais em cima da gente, ainda mais numa situação dessa que estamos vivendo no Cruzeiro. Entendo o torcedor me cobrar. 

Apesar de já estar liberado do departamento médico e ter dito que o retorno está próximo,  o zagueiro preferiu  não determinar um dia para voltar a jogar. 

 -Não posso, e os médicos também têm isso na cabeça e já explicaram. Não posso colocar uma data prevista, é questão de a dor ir diminuindo, eu ir ganhando força, cada dia melhor. Pode ser na semana que vem, como na outra ou na outra. É questão de melhoria mesmo, de estar bem para voltar. Vim de uma lesão grave, voltei a jogar, voltei até num bom estado. 

O zagueiro também afirmou que a sua rotina têm sido dura e que já que não pode ajudar o Cruzeiro dentro de campo, tenta ajudar fora dele e indo aos jogos para apoiar.  Ele também disse estar ansioso para retornar a jogar. 

 -Meu dia a dia é muito tenso, muito difícil, não só na cabeça, mas em questão de tratamento. Torcedor ainda não sabe o que a gente passa, o que eu vivo no Cruzeiro. Todos os jogos no Mineirão, estou presente pelo fato de ter a consciência de que isso é meu trabalho. Já que não posso estar em campo, tenho que estar aqui pelo menos passando minha vibração, que acho que os jogadores sentem isso de mim. Fico nessa, de ficar ansioso para voltar, de querer melhorar logo. 

Por fim, o camisa 26 voltou a falar que é apaixonado pelo Cruzeiro e disse que sempre dará a vida pelo clube. 

 -Avisar para os torcedores cruzeirenses que sou apaixonado pelo clube, estou dando a vida, sempre dei, para que eu me recupere o mais rápido possível para que eu possa ajudar, porque a pior coisa para o jogador é ficar na torcida, querendo ajudar e não poder. Mas estou sentindo que está próximo o retorno.