Atlético-MG x Cruzeiro

Cruzeiro aponta gastos altos com futebol, e Atlético ainda tem prejuízos, mas que estão se atenuando (Foto: Thomas Santos/AGIF/Lancepress!)

RADAR / LANCE! / Amir Somoggi 
28/04/2016
14:17
Rio de Janeiro

Os balanços de 2015 dos clubes mineiros apresentaram melhoras nas receitas e redução dos déficits. Em meio ao levantamento, o que mais chamou atenção foi o aumento de receitas impressionante do Cruzeiro. Além de registrar uma melhora de 456% em transferências de atletas, há outros 101% de melhora nos ganhos da TV, explicados, porém, por ter registrado integralmente e de forma errada as luvas do novo contrato assinado.

Agora, o dado que mais assustou nos dados do clube celeste foi o aumento dos custos com futebol. A Raposa chegou a absurdos R$ 306 milhões, aumento de 58%, e fechou com um grande aumento nas dívidas fiscais, acumulando nos últimos dois anos perdas de R$ 64 milhões.

O Atlético-MG também viu suas receitas crescerem. Houve um aumento de 2123% em transferências de atletas e um crescimento de 41% no dinheiro da TV, mas também pelo registro integral das luvas.

O Galo conseguiu reduzir seus custos com futebol em 12% e por conta dos descontos recebidos com o Profut reduziu seus déficits. Nos últimos dois anos, o clube recebeu R$ 105,3 milhões em descontos, que foram contabilizados como receitas financeiras, atenuando seus prejuízos. O clube fechou 2015 com R$ -12 milhões de perdas e em 2014 R$ -53 milhões. Sem esses descontos, as perdas acumuladas seriam gigantescas.

*Amir Somoggi é consultor de marketing e gestão esportiva e Especialista em Análise Financeira da Academia LANCE!