da

Diogo Barbosa e Hudson ao lado do presidente Gilvan de Pinho Tavares 

LANCE!
12/01/2017
17:16
Belo Horizonte (MG) 

Mesmo fechados com o Cruzeiro desde o final do ano passado, o lateral-esquerdo Diogo Barbosa, que vem do Botafogo e o volante Hudson, ex-São Paulo, só foram apresentados ao torcedor celeste na tarde desta quinta-feira, na Toca da Raposa. O primeiro a falar foi o ala, que destacou estar muito feliz pelo acerto.  

 - O Cruzeiro é um clube no qual eu sempre quis jogar. Estou muito feliz e empolgado. Sou um lateral mais ofensivo. Não deixo minha parte defensiva desguarnecida, mas minhas principais características são ofensivas. Gosto de buscar jogadas individuais, sou um lateral ofensivo - comentou Diogo, expondo suas características ao torcedor.

No clube mineiro, ele terá uma forte concorrência para conquistar a vaga.  Isso porque a Raposa também conta Fabrício, Bryan e Edimar. Isso sem contar Mena, que está liberado para negociar com outros clubes. 

Logo em seguida, foi a vez do  Hudson falar. Assim como o novo companheiro, o volante também não terá facilidade para conquistar uma vaga com Mano Menezes. Nada que assuste o atleta de 28 anos. Pelo contrário.

Ele salientou que a concorrência serve para elevar o nível dos candidatos à vaga.  Na Toca da Raposa, ele terá a concorrência de Ariel Cabral, Romero e Henrique, além do jovem Lucas Ventura, recém promovido da base. 

 - Eu acho que a concorrência é essencial para os atletas subirem de produção e não relaxarem. Tem que ter competitividade, os jogadores saberem que se for mal numa partida serão substituídos depois - comentou Hudson, que usará a camisa de número 15. 

Mineiro de Juiz de Fora, ele destacou que sempre acompanhou de perto o clube. Assim, é uma honra defender as cores azul e branca. E para retribuir , Hudson prometeu muito empenho dentro de campo. 

 - Sou mineiro. Cresci vendo a grandeza do Cruzeiro. Quando houve a oportunidade, a pedido do Mano, fiquei muito feliz. Venho com muito afinco, vontade. Sei da grandeza do clube.  Sei o quanto é importante para minha carreira estar aqui hoje - destacou. 

Por fim, assim como fez Diogo Barbosa, Hudson também se apresentou à imprensa e a alguns torcedores presentes. E ele afirmou que a polivalência é o seu ponto forte. 

 - Sou primeiro volante. Me destaquei fazendo desarmes, mas também sei sair jogando. Sei chegar na frente. Quando me dão liberdade, procuro ajudar na armação e chegar na área também - disse.