Bruno Rodrigo, zagueiro do Cruzeiro (Foto: Juliana Flister/Light Press/Cruzeiro)

Bruno Rodrigo, zagueiro do Cruzeiro (Foto: Juliana Flister/Light Press/Cruzeiro)

RADAR/LANCE!
12/07/2016
13:21
Belo Horizonte(MG)

Responsável pelo erro que abriu o placar da derrota celeste de 3 a 0 para o Atlético-PR, o zagueiro Bruno Rodrigo assumiu a responsabilidade pela derrota do Cruzeiro. Ele também afirmou que se não fosse a sua falha no primeiro gol do Furacão, o resultado poderia ser diferente.

 -Eu errei. A responsabilidade total é minha no primeiro gol. Se não fosse isso, poderia ter sido diferente, tenho certeza. A responsabilidade minha, não adianta a torcida ficar vaiando o Allano, o Lucas, o próprio Bruno Viana. A responsabilidade é total minha. Eles estão para ajudar, não tem responsabilidade nenhuma. Eles foram escolhidos para entrar deram o melhor, infelizmente a gente não conseguiu o resultado. 

Por fim, o defensor que também falhou no terceiro gol,  buscou isentar os colegas de defesa e afirmou que o único integrante da defesa da Raposa merecedor de vaias é ele.  

 -Errei ali, o pessoal tentou avisar ali, mas infelizmente falhei. Não queria ter falhado, mas aconteceu. Se tiver alguém que vaiar sou eu, não é Allano, não é Bruno, não é Lucas. Então, a responsabilidade total é minha. 

O próximo jogo do Cruzeiro é diante do Fluminense, no próximo domingo, ás 16h, em Edson Passos. De acordo com o treinador Paulo Bento,  o zagueiro está garantido para a partida contra os cariocas. 

  -Se não tiver nenhum impedimento, o Bruno Rodrigo é o único que tem escalação garantida para domingo. Os outros 10 eu não sei. Ele é o único, posso garantir.

O treinador também estendeu a culpa da derrota a todo o time.  De acordo com Bento, quando um time perde, perde-se todo mundo e não somente um zagueiro ou todo o sistema defensivo.

-Quando vem um resultado negativo, vem em cima dos zagueiros. Se perde por 3 a 0, houve erro do zagueiro. Tantas coisas que acontecem no jogo, mas a culpa sempre é colocado em cima do zagueiro