Ariel Cabral (Washington Alves/Lightpress)

Ariel Cabral afirmou que os clássicos argentinos são iguais ao duelo mineiro (Washington Alves/Lightpress)

LANCE!
23/03/2016
17:26
Belo Horizonte (MG)

O argentino Ariel Cabral já sabe o que o Cruzeiro deve fazer na Arena Independência para vencer o Atlético-MG neste domingo, e assim manter a liderança do Campeonato Mineiro. Para o volante, o time de Deivid precisa manter o estilo de jogo e ignorar a pressão que sofrerá da torcida adversária, que ocupará 90% dos lugares do estádio.

- Sabemos que temos de mostrar nosso futebol, ter domínio e passar a pressão para eles. Temos de nos apoderar da partida e atacarmos - declarou Cabral.

Revelado pelo Vélez Sarsfield, Ariel Cabral se habituou a enfrentar os grandes clubes argentinos e disputar clássicos. Para o volante, que jogou apenas uma vez contra o Galo - empate em 1 a 1 no Brasileiro do ano passado -, a pressão de enfrentar um rival tradional é a mesma em qualquer lugar do mundo.

- Os clássicos são iguais em todo mundo, com muita pressão. São jogos com coração, com muita gana. O primeiro time que tem um erro perde. É preciso estar atento durante os 90 minutos. Você não sabe o que se passará até que o árbitro apite o final.

Com os desfalques de Alisson, que está na Seleção Olímpica, e De Arrascaeta, convocado para o Uruguai, o Cruzeiro não conta com Dedé, Willian, Marcos Vinícius e Judivan - todos lesionados - para o clássico deste domingo.

Assim, o técnico Deivid ainda não indicou qual equipe mandará ao campo do Independência, em duelo pela nona rodada do Campeonato Mineiro e que vale a liderança do estadual.