Benecy Queiroz (Foto: Divulgação)

Benecy Queiroz havia cumprido 25 dias dos 90 impostos pelo STJD (Foto: Divulgação)

RADAR / LANCE!
23/02/2016
17:51
Belo Horizonte (MG)

Cerca de 40 dias após dar uma declaração polêmica à Rede Minas na qual insinuou uma "compra de arbitragem", Benecy Queiroz retomou suas atividades no futebol. Após obter efeito suspensivo da suspensão de 90 dias imposta pelo STJD, o Cruzeiro confirmou na tarde desta terça-feira que o ex-supervisor-geral retornou ao clube, mas na área administrativa.

A decisão de conceder efeito suspensivo a Benecy foi tomada pelo auditor do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), José de Arruda Silveira Filho, e a data para a Procuradoria-Geral tentar um recurso ainda não foi definida. Até o momento, Benecy cumpriu 25 dos 90 dias impostos pelo órgão.

Após a declaração polêmica ser divulgada, Benecy Queiroz anunciou seu afastamento do cargo de supervisor-geral do clube, em uma  “licença em função de tratamento de saúde e realização de exames médicos”. Pedro Moreira foi chamado para substitui-lo, e continuará no cargo.