Gabriel Carneiro
08/11/2016
16:27
São Paulo (SP)

Cinco dias depois de o Corinthians formalizar proposta pelo meia Wagner, como informou o LANCE!, o jogador deu sinal positivo à investida e encaminhou sua volta ao Brasil para 2017. O jogador de 31 anos está de saída do Tianjin Teda, da China, recebeu sondagens de outros clubes brasileiros e de mercados periféricos, como Emirados Árabes e Arábia Saudita, mas priorizou o Timão. Wagner aceitou reduzir o salário que recebia na Ásia e deverá firmar contrato por duas temporadas, até o fim de 2018.

Internamente, o Corinthians já considera a negociação concluída. Wagner seria o terceiro reforço para a próxima temporada, pois o clube já acertou as chegadas de Luidy, destaque da Série B pelo CRB-AL, e Jô, atacante revelado nas categorias de base do próprio clube e que também chega sem custos além de luvas e salários. Wagner faz parte de um projeto do Timão para 2017, que é contratar jogadores mais "cascudos", experientes e acostumados à pressão.

Wagner está na China desde julho de 2015, quando foi vendido pelo Fluminense com participação dos empresários Ricardo Mello, Pedro Pereira e Rafael Scheidt (o ex-zagueiro, com passagem pelo próprio Timão). Sem espaço, ele foi liberado para passar férias no Brasil e ouviu as sondagens e propostas. Com apoio de um advogado, ele pleiteou a rescisão contratual do vínculo que duraria até julho de 2017 sem multa. A oficialização deve ocorrer em breve.

O meia está no Brasil e conversou diretamente com um dirigente do Corinthians em duas oportunidades. Nesta terça-feira, ele deu sinal positivo à oferta e agora espera a marcação de exames médicos e acerto de detalhes finais do contrato. 

Wagner foi revelado no América-MG, defendeu Cruzeiro, Al Ittihad (ARS), Lokomotiv de Moscou (RUS), Gaziantepspor (TUR), Fluminense e Tianjin (CHN). No futebol asiático ele jogou apenas 26 partidas em um ano e meio.