Matheus Vidotto

Goleiro, hoje em tratamento de lesão, fez visita aos companheiros durante o treino (Foto: LANCE!Press)

Gabriel Carneiro
25/05/2016
12:22
São Paulo (SP)

O Corinthians encerrou sua preparação para enfrentar a Ponte Preta pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro com um treinamento agitado nesta quarta-feira, no CT Joaquim Grava. Em relação ao time, não houve novidades na escalação já testada por Tite no dia anterior: Walter; Fagner, Felipe, Vilson e Uendel; Cristian e Bruno Henrique; Marquinhos Gabriel, Guilherme e Giovanni Augusto; Luciano é a escalação que busca a primeira vitória alvinegra na competição após o empate com o Grêmio e a derrota diante do Vitória.

Após o aquecimento e um leve trabalho físico, Tite comandou um treino técnico e logo em seguida uma atividade tática apenas com os titulares. Neste trabalho foi possível notar um novo comportamento do Corinthians do ponto de vista tático. Apesar da manutenção do esquema 4-1-4-1 no momento ofensivo, a equipe defende no 4-2-3-1, com Cristian e Bruno Henrique formando a linha de volantes e dando liberdade ao trio de criação para servir o centroavante, agora titular na vaga de André. A ideia é dar sustentação ao sistema e, ao mesmo tempo, liberdade a Bruno Henrique para aparecer no ataque como elemento surpresa.

Ao menos nos treinamentos, a nova postura dá resultado. Guilherme foi um dos destaques da atividade desta quarta-feira, com movimentação e um bom número de gols marcados. Luciano também foi bem, e marcou até um gol olímpico já no fim dos trabalhos.

O Corinthians não conta com Elias e Balbuena, na Copa América, Yago, suspenso por doping, e Matheus Vidotto e Rildo, lesionados. Nesta quarta-feira, o goleiro fez uma visita ao CT Joaquim Grava e passeou entre os jogadores nos intervalos dos treinamentos. Sobrou até provocação de Matheus para cima de Bruno Henrique. Enquanto o volante tentava acertar cabeceio em bolas cruzadas pelo auxiliar Matheus Bachi, o terceiro goleiro do elenco alvinegro passava pela lateral do gramado e fez a provocação: "Vamos ver, Bruno, cabeceia aí". Após o erro: "Vish, está igual". Matheus Vidotto operou uma hérnia lombar há dez dias e está em tratamento. Até o início da próxima semana ele inicia sessões de fisioterapia. Em um mês deve voltar aos treinos.

Matheus Vidotto ainda acompanhou um treinamento de pênaltis por parte de alguns titulares. Ao todo, quatro jogadores executaram cobranças: Marquinhos Gabriel foi o primeiro nos pênaltis: dois erros, Walter pegou um, e um acerto em três cobranças. Giovanni Augusto fez dois gols e parou em Walter em uma das três cobranças. Já Cristian e Guilherme acertaram as três cobranças realizadas por cada um. Depois, os quatro se alternaram nas batidas.

Antes dos pênaltis e do treino fantasma, Tite comandou uma atividade técnica com time titular e reserva. Enquanto o time principal contava com a formação já definida para enfrentar a Ponte Preta, os reservas formaram assim: Cássio; Maycon, Yago, Pedro Henrique e Arana; Willians e Rodriguinho; Lucca, Danilo e Marlone; André. Romero trabalhou como curinga, servindo aos dois times, enquanto jogadores como Léo Príncipe, Matheus Pereira e Guilherme Andrade e Camacho estiveram no campo anexo. O último, apresentado na segunda-feira, ainda não está regularizado para o compromisso.

VEJA OS RELACIONADOS PARA ENFRENTAR A PONTE PRETA:

Goleiros: Walter e Cássio
Laterais: Fagner, Uendel e Guilherme Arana
Zagueiros: Felipe, Vilson e Pedro Henrique
Volantes: Cristian, Bruno Henrique, Willians e Maycon
Meias: Guilherme, Giovanni Augusto, Marquinhos Gabriel, Danilo, Marlone e Rodriguinho
Atacantes: Luciano, André, Romero e Lucca