Bruno Cassucci e Gabriel Carneiro
15/09/2016
07:30
São Paulo (SP)

As negociações recentes de jogadores como André, Elias e Bruno Henrique não são os únicos problemas com elenco que o técnico Cristóvão Borges enfrenta neste momento no Corinthians. Nas últimas semanas, o departamento médico do clube tem acumulado problemas com lesões musculares de seus jogadores, e tem chances de proporcionar outra má notícia para o clássico contra o Palmeiras, sábado, em Itaquera. Uendel deixou a partida diante do Coritiba com dores na coxa direita e virou dúvida para o próximo compromisso.

Uendel, hoje, é um dos poucos jogadores que atuaram em todas as 25 rodadas do Campeonato Brasileiro até o momento. Do Corinthians ele é o único, mas ainda há atletas de outras equipes nesta relação de "intocáveis" do torneio: os goleiros Wilson, do Coritiba, Tiago Cardoso, do Santa Cruz, e João Ricardo, do América-MG, além de Renato e Vitor Bueno, do Santos, e Danny Morais, do Santa Cruz.

Nos próximos dias, o lateral-esquerdo do Timão realizará tratamento no CT Joaquim Grava para estar em condições de iniciar o Dérbi no sábado, às 16h, na Arena Corinthians. Segundo Júlio Stancati, médico do clube, à Rádio Globo, Uendel não deve ser problema para o compromisso do fim de semana. Apesar disso, o alerta está ligado em relação aos problemas musculares dos jogadores nas últimas semanas.

Diante do Coritiba houve quatro desfalques por lesões musculares: Giovanni Augusto, com dores na coxa direita, Rildo, também com dores na coxa direita, além de Pedro Henrique e Guilherme, com lesões diagnosticadas na coxa direita e na panturrilha direita, respectivamente. Além deles, Bruno Paulo foi baixa por conta de uma lombalgia e Danilo só volta em 2017 após fraturar dois ossos da perna direita.

Já houve problemas musculares em ocasiões anteriores, e que proporcionaram desfalques para Cristóvão: Cristian teve lesão na coxa esquerda, Walter sentiu estiramento na coxa direita, Camacho ficou afastado para tratar dores na coxa esquerda, Guilherme teve dores na coxa direita antes da nova lesão, desta vez na panturrilha, Vilson teve edema muscular na coxa direita e Willians teve lesão na coxa direita, entre outros problemas, como entorses, traumas ou problemas mais simples, como a infecção gastrointestinal de Fagner ou o quadro gripal de Marquinhos Gabriel. 

- Tem sido um desafio, desafio grande. Há momentos mais e menos pesados. Quando você tem como substituir à altura não perde muito, mas às vezes não tem a resposta que a equipe precisa, aí é mais difícil. Estamos passando por esses desafios, e por isso buscamos o caminho através de mudanças em escalação e sistema de jogo - disse Cristóvão, recentemente, em reflexão sobre o excesso de desfalques por lesão no Corinthians.