Gabriel Carneiro
20/10/2016
16:20
São Paulo (SP)

Copa do Brasil já é coisa do passado para o Corinthians. Derrotado por 4 a 2 para o Cruzeiro no Mineirão, o time foi eliminado nas quartas de final e abandonou o sonho de um título em 2016. Agora restam mais sete rodadas do Campeonato Brasileiro e apenas um objetivo em vista: terminar no G6 e conseguir pelo menos uma vaga na próxima edição da Libertadores como prêmio de consolação. O novo desafio já tem início neste domingo, às 17h, contra o Flamengo, no Maracanã. 

- É um jogo muito importante para nós e para o campeonato, porque eles (Flamengo) brigam pelo título, nós pelo G6 e são as duas maiores torcidas do país. É um jogo bom, todos gostam de jogar e vamos erguer a cabeça para ir forte para esse jogo. Temos total confiança de vencer essa partida - diz o lateral-esquerdo Uendel, que foi o capitão do Corinthians no jogo que marcou a eliminação da Copa do Brasil.

Hoje o Corinthians é sétimo colocado do Brasileirão, com 48 pontos. O Atlético-PR, primeiro do G6, tem a mesma pontuação, mas o Botafogo, quinto colocado, já soma 53 pontos, cinco a mais, com uma rodada já adiantada neste meio de semana. Os quatro primeiros já estão mais distantes: o Santos soma 55, o Atlético-MG tem 56, o Flamengo soma 57 (ou 60, dependendo da decisão do STJD) e o Palmeiras está com 64. Uendel, inclusive, citou apenas dois times que estão à frente do Timão como concorrentes nesta reta final de temporada.

- Nosso objetivo era a Copa do Brasil, o título, não é só vaga na Libertadores. Mas não conseguimos, então agora é focar no Brasileiro, são sete jogos. A gente confia em tirar essa vaga do Atlético-PR e alcançar o Botafogo. Não dá tempo para lamentar. Se a gente tivesse classificado não ia entrar em euforia e, da mesma forma, não vamos baixar a cabeça pela eliminação, domingo já tem uma pedreira - disse o jogador, titular em 50 dos 63 jogos do Corinthians no ano.

O elenco voltou a São Paulo na tarde desta quinta-feira e treina no CT Joaquim Grava na sexta e no sábado de manhã, quando viaja e se concentra no Rio de Janeiro. Pedro Henrique, suspenso, e Yago, Bruno Paulo e Danilo, lesionados, são os desfalques.