Elenco do Corinthians reunido durante treino no CT Joaquim Grava (Foto: Daniel Augusto Jr)
Bruno Cassucci
22/04/2016
12:23
São Paulo (SP)

Para não ser surpreendido pelo Osasco Audax, na partida deste sábado, válida pela semifinal do Campeonato Paulista, o técnico Tite simulou a postura tática da equipe adversária no treino do Corinthians nesta sexta-feira e tentou criar alternativas. A principal delas envolve subir as linhas de marcação e pressionar o rival no campo de ataque.

Em atividade no CT Joaquim Grava, o comandante alvinegro confirmou o meia Alan Mineiro como titular na vaga de Giovanni Augusto, machucado.

No trabalho tático, Tite postou alguns reservas no campo de defesa, fazendo com que eles saíssem com a bola desde o goleiro. Os titulares, então, pressionavam coordenadamente, com os zagueiros chegando quase até o meio de campo.

- Fico atento a tudo que pode acontecer no jogo, surpresas... Sair perdendo e manter nível de concentração ou sair vencendo e manter padrão. Tem que estar preparado - comentou Tite, em entrevista coletiva.

Depois, o foco passou a ser nas jogadas de bola parada. Se na quinta-feira o Timão ensaiou o posicionamento defensivo, nesta sexta o foco foi no ataque em cobranças de faltas laterais e escanteios.

Na sequência, o grupo cobrou pênaltis e faltas mais uma vez. As penalidades têm sido treinadas exaustivamente, já que de seis cobranças realizadas na temporada, o Corinthians errou quatro.