Bruno Cassucci
17/11/2016
11:46
São Paulo (SP)

O Corinthians voltou a São Paulo nesta quinta-feira, depois do empate em 1 a 1 com o Figueirense, e foi recebido sob protesto de um único torcedor. Sozinho, ele gritou pedindo mais dedicação dos jogadores e fez cobranças ao técnico Oswaldo de Oliveira.

Apesar do caráter pacífico da manifestação, o comandante alvinegro não gostou e retrucou as provocações.

- Aí, Oswaldo, tem que botar esses caras pra correr. Ganhando 200 mil pra isso? - gritou o corintiano.

- Algum problema? - rebateu Oswaldo de Oliveira, à distância, olhando fixamente para o torcedor.

Seguranças do Timão, alguns uniformizados e outros à paisana, escoltaram os jogadores e a comissão técnica. Apesar do esquema reforçado de proteção, não houve nenhum incidente.

Oswaldo e dirigentes do clube não concederam entrevista na chegada à São Paulo.

Sem vencer há cinco jogos e mais de um mês, o Corinthians volta a treinar nesta sexta-feira, de olho na partida contra o Internacional, segunda-feira, na Arena.