Corinthians x Atlético-MG

Tite orientando a equipe durante a derrota para o Atlético-MG (Foto: Daniel Augusto Jr./Agencia Corinthians)

Bruno Cassucci
17/01/2016
20:12
Enviado especial a Boca Raton (EUA)

Mais uma vez o técnico Tite lamentou a saída de jogadores do Corinthians, em especial dos meias Jadson e Renato Augusto, e do volante Ralf, que se transferiram para o futebol chinês.  Após a derrota por 1 a 0 para o Atlético-MG, neste domingo, pela Florida Cup, ele brincou com o técnico adversário, que assistia à sua entrevista coletiva:

-  Não me surpreende (o fato de o Atlético-MG não ter perdido jogadores), me faz invejar (risos). Atlético e Corinthians têm grandeza de conquista, apresentaram o melhor futebol do ano passado, mas a China nos ferrou. Não dá pra vender o Jemerson e o Giovanni Augusto, Aguirre? É brincadeira. Queria que ficasse, pois o futebol brasileiro tem que crescer nesse aspecto, a permanência de grande atletas aumenta o nível técnico - afirmou o treinador.

Apesar de lamentar as baixas, o treinador alvinegro disse ter se surpreendido positivamente com a atuação corintiana, que chegou a criar perigo em diversos momentos para o Galo.

Ele fez elogios aos mineiros e disse que ainda é preciso ao Timão ter mais entrosamento e qualificar o elenco.

- Não queria pegar o Atlético. Nós e eles fomos as duas melhores equipes do brasileiro do ano passado.  Queria ter jogado com time de melhor qualidade técnica. O desempenho foi até acima da minha expectativa, técnico e individual, esperava menos. Primeiro tempo teve oportunidades dos dois lados - ponderou o treinador.

Na próxima quarta-feira, o Corinthians pega o Shakthar Donest, pela Florida Cup. O time encerra a passagem pelos EUA, no dia 23, quando irá encarar o Fort Lauderdale Strikers em um jogo amistoso.