Tite

Treinador conversou com o grupo e definiu escalação no treino desta terça-feira, no CT (Foto: Agência Corinthians)

LANCE!
19/04/2016
19:12
São Paulo (SP)

Tite definiu a escalação do Corinthians com apenas um titular tradicional para o compromisso desta quarta-feira, às 21h45, diante do Cobresal (CHI), pela última rodada da fase de grupos da Copa Libertadores. Em entrevista coletiva concedida nesta terça, no CT Joaquim Grava, o técnico explicou as razões de sua decisão, e evitou falar em "time reserva" ou "time alternativo". Segundo ele, o Timão trabalha com um grupo de 24 ou 25 jogadores que se revezam na equipe principal. Porém, na mesma entrevista, o treinador alvinegro acabou admitindo que as mudanças ocorreram em razão da possibilidade de jogar as oitavas de final da Libertadores já na semana que vem.

- A exceção é feita ao Cássio, porque o Walter também poderia entrar naturalmente, mas a continuidade do jogador da função é importante. Feita essa ressalva, a decisão foi do Corinthians. Na quarta-feira que vem vamos ter Libertadores, e se ficarmos em primeiro do grupo viajamos para fora do país. Libertadores assegurada, e amanhã (quarta-feira) e sábado jogos decisivos. São três jogos decisivos no espaço de sete dias, difícil recuperar. Para estar forte de novo optamos por essa escalação e vamos segurar o time para a próxima sequência de dois jogos - esclareceu Tite, já preocupado com o embate diante do Osasco Audax no próximo sábado, ás 18h30, pelas semifinais do Paulistão.

Já classificado para as oitavas de final da Libertadores, o Corinthians prioriza a semifinal do Estadual neste momento, mesmo ainda estando em jogo a liderança do Grupo 8 da Libertadores. Se vencer ou mesmo igualar o placar contra o Cobresal, o Timão pode fechar esta fase em primeiro lugar, dependendo do placar entre Cerro Porteño (PAR) e Santa Fe (COL), que disputam a outra vaga no mata-mata. Para não ter problemas na próxima fase, Tite decidiu relacionar apenas cinco jogadores considerados titulares.

Cássio, Felipe, Uendel, Elias e André estarão na Arena Corinthians nesta quarta-feira, mas apenas o goleiro sai jogando. O time titular, por sua vez, será formado da seguinte maneira: Cássio; Edilson, Vilson, Balbuena e Guilherme Arana; Willians; Romero, Maycon, Rodriguinho e Marlone; Luciano. 

- Nós temos um jogo decisivo amanhã e outro sábado. As campanhas têm sido invariavelmente com grupo de 24 ou 25 atletas, essa ideia não é só do técnico, mas do comando de futebol, do presidente, porque as coisas funcionam assim no Corinthians. Temos uma classificação assegurada, mas não o primeiro lugar, e essa é a busca amanhã, assim como sábado a busca é a classificação. São dois jogos em menos de 72 horas e há os cuidados - disse, citando departamentos físico e médico como razões de preservar oito titulares, já que não conta com Fagner (suspenso), Giovanni Augusto, Danilo e Rildo (lesionados).

- Balbuena é alternativo? Edilson é alternativo? Arana é alternativo? Willians? Maycon? Luciano? Romero? Outro agarrou a posição antes, então esse reconhecimento é pela oportunidade aproveitada - questionou o treinador, que ainda fez elogios individualizados a Marlone, que joga pela primeira vez como titular desde a lesão, e Luciano, que ainda não marcou gols desde a lesão.