Tite, durante treino do Corinthians no CT Joaquim Grava (Foto: Daniel Augusto Jr)

Tite, durante treino do Corinthians no CT Joaquim Grava (Foto: Daniel Augusto Jr)

LANCE!
01/03/2016
19:12
São Paulo (SP)

A Copa Libertadores não mexe apenas com a Fiel torcida, mas também com o técnico Tite. Comandando o Corinthians pela quinta vez no torneio, o treinador admite o clima diferente antes e durante os jogos da competição sul-americana:

- Eu não sei dizer, mas a adrenalina vai a milhão, a mão sua, tu vais para o trabalho tático com emoção. A atmosfera de Libertadores é diferente. São jogos decisivos, diferentes de um campeonato de ida e volta com tempo maior - declarou nesta terça-feira, véspera do duelo contra o Independiente Santa Fe, na Arena, em entrevista coletiva.

Em busca de seu segundo título da competição e também o bi do Timão, Tite conta com o apoio e a paciência da torcida alvinegra. Ele lembra que a equipe está sendo remontada e, por isso, irá errar mais do que no ano passado.

Por mais de um momento na conversa com os jornalistas o comandante corintiano se dirigiu à torcida. A partida contra o Santa Fe será a primeira do Timão em casa na Libertadores deste ano.

- A equipe do ano passado fica na memória, era mais de toque de bola, mais volume. Mas (espero) que o torcedor nos ajude, porque estamos construindo uma nova fase. A equipe tem se mantido concentrada nas ações de jogo e os resultados estão acontecendo - afirmou.

- Um jogo só não traz mudanças de patamar. A construção demanda tempo. Que o torcedor entenda essas oscilações normais e naturais, e que ajude no momento difícil. A equipe vai precisar rodar para precisar crescer. Estamos acelerando isso e buscando a evolução - completou.