LANCE!
12/06/2016
19:01
São Paulo (SP)

Tite diz que não gosta de falar sobre arbitragem em suas entrevistas coletivas, mas neste domingo, após a vitória do Palmeiras por 1 a 0, o técnico do Corinthians dedicou a maior parte de sua fala para criticar o árbitro Raphael Claus. Para o comandante alvinegro, ele influenciou diretamente o resultado da partida.

A reclamação do treinador é em relação a uma falta marcada no fim da partida, que acabou invalidando gol de Bruno Henrique, que empataria o jogo.

- Eu lastimo quando a arbitragem tem influência decisiva no placar. Não sinto prazer em dizer isso. Vi o lance antes de vir para cá (dar entrevista). Houve uma disputa de bola, ela cai e há o gol. Há um fato que é determinante no resultado. Quando há um lance que é muito claro para mim, ele teve influência direta. Não quero ser privilegiado em nenhuma situação, mas essa ficou clara - argumentou.


No lance, Felipe, Thiago Martins e Fernando Prass disputam uma bola, que sobra para Bruno Henrique finalizar. Raphael Claus entendeu que Felipe fez a falta no goleiro palmeirense. O zagueiro, contudo, estava impedido no lance.

- Não queria falar do Claus. Vocês são exigidos em alto nível na empresa de vocês, eu também. Não pode árbitro dessa grandeza ter tamanho erro e influenciar no placar.

- Quem agride a bola é o Prass, eles disputam a bola. É com o Thiago Martins (que o Prass disputa), o Felipe está do lado. Estou falando porque vi a imagem antes de vir para cá - concluiu o treinador do Timão.

Segundo Tite, o árbitro estava errando nas marcações desde o início do clássico.

- Tem dia que... No início do jogo teve um lance do Giovanni, que não fazia sentido ele fazer falta, ele abriu o braço para se proteger, não para fazer a falta e tomou cartão. Na sequência, o Felipe tem contato físico normal com o Gabriel Jesus e leva falta. Depois deu um cartão para o Jean que não foi. Ele (árbitro) estava atrapalhado hoje. E tirou um gol legítimo do Corinthians hoje.

Por outro lado, o comandante do Alvinegro não deixou de elogiar o Palmeiras e reconheceu a superioridade do rival.

Com a derrota, o Corinthians cai para a 4ª posição. O próximo desafio do Timão é na quarta-feira, contra o Fluminense, no Mané Garrincha, em Brasília, às 20h.