Tite nos Estados Unidos

Tite concedeu entrevista coletiva nesta quinta-feira, em Orlando (FOTO: Bruno Cassucci)

Bruno Cassucci
14/01/2016
21:53
Enviado especial a Orlando (EUA)

A saída de importantes jogadores coloca o esquema tático do Corinthians sob risco. O esquema 4-1-4-1, utilizado pelo Timão durante todo 2015, inclusive na campanha do hexacampeonato brasileiro, pode ser substituído segundo o técnico Tite.

Embora tenha mantido o esquema nos primeiros treinamentos da pré-temporada, o treinador afirmou nesta quinta-feira que cogita a troca da formação por conta das saídas de quatro titulares até o momento (Jadson, Ralf, Renato Augusto e Vagner Love).

- Sim (pode mudar), não sei qual o sistema a ser utilizado, preciso potencializar a qualidade da equipe e vou aproveitar esses jogos para ver. Vou tentar simplificar ao máximo, não acredito em fórmula mágica, só existe processo criativo quando a coisa está organizada. Só garanto a linha de quatro, com três defensores eu não trabalho - comentou o treinador, que cogita utilizar o 4-2-3-1, mesmo esquema utilizado em sua segunda passagem pelo Parque São Jorge.

Tite reiterou que lutará para manter os atletas do atual elenco que estão na mira de clubes do exterior e demonstrou preocupação com o desempenho da equipe. Ele acredita que o desempenho na Libertadores, competição que é a prioridade da equipe neste primeiro semestre, pode ser comprometido.

- Não sei se vai ser queimada, vamos tentar apressar etapas... Mas que corre risco é verdade. Ninguém da gente queria que fosse assim. Era uma expectativa nossa da briga pelo título, mas passa a ser uma interrogação - declarou, em entrevista coletiva, em Orlando, nos Estados Unidos, onde o Timão faz pré-temporada.