Corinthians x Palmeiras - Torcida (Foto: Miguel Schincariol/LANCE!Press)

Torcida do Corinthians na Arena (Foto: Miguel Schincariol/LANCE!Press)

Rodrigo Vessoni
07/02/2016
07:45
São Paulo (SP)

O Corinthians estreia na Libertadores apenas no dia 17, contra o Cobresal, no Chile. Mas a diretoria e os responsáveis da Arena já fazem as contas da arrecadação milionária que a fase de grupos deverá proporcionar nos próximos meses.

O LANCE! apurou que a previsão do Timão é de um valor superior aos R$ 16 milhões após os duelos com Cobresal (CHI), Cerro Porteño (PAR) e o vencedor do duelo entre Oriente Petrolero (BOL) e Santa Fé (COL), que disputam a primeira fase da competição – colombianos já venceram na ida, mesmo fora de casa, por 3 a 1.

Esse valor está baseado em três fatores arrecadatórios. O primeiro é a cota de participação oferecida pela Confederação Sul-Americana de Futebol, que dobrou em relação ao ano passado. Agora, cada clube participante ganhará US$ 600 mil (cerca de R$ 2,4 milhões) por jogo. Ou seja, o Corinthians terá uma arrecadação de R$ 7,2 milhões após os três duelos na primeira fase da competição.

Os outros dois fatores estão relacionados à bilheteria da Arena. A arrecadação com ingressos, claro, é um deles. A previsão dos responsáveis pelo estádio é de uma renda bruta de R$ 3 milhões em cada um dos três duelos – dois milhões líquidos. A renda obtida com bilheteria, porém, vai par ao fundo que administra a Arena. O segundo, que impactará no primeiro, é o fim da taxa cobrada pela Conmebol de 10% da renda bruta. No caso do Corinthians, cerca de R$ 1 milhão deixarão de ser desperdiçados.

Clube foi um dos que lutaram
O Corinthians foi um dos clubes que brigaram contra a Conmebol pelo aumento da cota de participação. O advogado Luiz Felipe Santoro foi o representante alvinegro na reunião da Liga de Clubes Sul-Americanos.

MOTIVOS QUE TRANSFORMARÃO A 1ª FASE DA LIBERTADORES EM MILHÕES:

RENDA
Previsão da diretoria é de uma arrecadação de R$ 3,5 milhões com a venda de ingressos para os três jogos, contra Oriente Petrolero (COL) ou Santa Fé, Cerro Porteño (PAR) e Cobresal (CHI). A renda líquida deve ser de cerca de R$ 2,5 milhões.

COTA/CONMEBOL
Extremamente pressionada pelos principais clubes sul-americanos, a Conmebol resolveu aumentar a cota de participação na Copa Libertadores de US$ 300 mil para US$ 600 mil. Ou seja, nos três duelos da primeira fase, o Timão ganhará cerca de R$ 7,2 milhões.

SEM PERDER 10%
A pressão da Liga Sul-Americana de Clubes resultará em mais um dinheiro ao Alvinegro. Trata-se do fim da cobrança da taxa de 10% da arrecadação bruta. Com previsão de R$ 3,5 milhões/jogo, o clube deixará de perder cerca de R$ 1,1 milhão na 1ª fase.