Oficio Corinthians (foto:Divulgação)

Ofício assinado pelo presidente Roberto de Andrade celebra contrato entre Timão e Globo (Foto: Reprodução)

Bruno Cassucci
23/03/2016
18:17
São Paulo (SP)

O Corinthians notificou o CADE (Conselho Administrativo de Defesa Econômica) que renovou contrato de direitos de transmissão de TV com o grupo Globo até a temporada de 2024 em ofício assinado pelo presidente Roberto de Andrade, enviado no dia 18 de março e recebido nesta terça-feira pelo Ministério da Justiça. Segundo o documento, o clube havia acertado as temporadas de 2019 e 2020 ainda em novembro do ano passado, e foi procurado para estender o acordo a 2021, 2022, 2023 e 2024. Os aspectos comerciais da proposta feita pela Globo e aceita pelo Corinthians, inclusive em relação ao pagamento de luvas e outros detalhes, são mantidos em sigilo.

No ofício enviado ao CADE, o Corinthians ainda desmentiu uma afirmação de Andrés Sanchez, seu ex-presidente e também ex-superintendente, que revelou uma proposta do canal Esporte Interativo com luvas de R$ 80 milhões para que o Corinthians deixasse seu vínculo com a Globo. "O Sport Club Corinthians Paulista informa que não recebeu proposta do grupo Esporte Interativo para as temporadas de 2021 a 2024, considerando que as temporadas 2019 e 2020 já estavam negociadas com o grupo Globo desde de 03/11/2015", informa o próprio clube em caráter oficial.

O contrato assinado em 18 de março é relativo à transmissão de jogos pela TV fechada, ou seja, no canal SporTV, da Globosat.

A celebração do novo contrato entre Corinthians e Globo ocorre justamente em um dos momentos de mais tensão entre torcedores do clube e a emissora. Nos últimos jogos do Timão na Arena Corinthians houve a exibição de faixas de protesto direcionadas a entidades como CBF e FPF, além da Globo.

Nos últimos meses, diversos clubes têm optado por contratos com o canal Esporte Interativo, que chegou ao Brasil em 2007 e já fechou acordo com clubes como Santos, Internacional e Bahia. O canal tem disputado com o SporTV, que é do grupo Globo e também transmite o Brasileirão em canais fechados. Até o momento, São Paulo e Corinthians já têm acertos firmados.