Uendel e Felipe, do Corinthians

Uendel e Felipe concederam entrevista coletiva no CT Joaquim Grava nesta sexta-feira (Foto: Gabriel Carneiro)

LANCE!
25/03/2016
18:33
São Paulo (SP)

Com 26 pontos somados em 11 rodadas, a liderança da classificação geral do Campeonato Paulista e a vaga já garantida nas quartas de final do torneio com quatro jogos de antecedência, o Corinthians volta a campo pela competição neste sábado, às 21h, contra o Ituano. Diante da equipe do interior paulista e também contra Ponte Preta, Palmeiras e Novorizontino, a missão do Timão será evitar a acomodação e seguir bem tanto para as fases decisivas do Estadual quanto para a sequência da Copa Libertadores, que também vive o fim da sua primeira fase em abril. 

Contra o relaxamento nesta sequência "sem compromisso" pelo Paulistão, os jogadores depositam confiança no comportamento do técnico Tite, que já disse que pretende "encher o saco e pilhar" para manter o grupo aceso nas rodadas finais desta primeira fase. Segundo o zagueiro Felipe e o lateral-esquerdo Uendel, não há motivos para a equipe não mostrar firmeza nos próximos confrontos.

- Nos preparamos normalmente para a partida contra o Ituano. Vimos vídeos do adversário e vídeos do nosso jogo contra o São Bernardo, para corrigir erros. Não tem como relaxar agora e pegar firme daqui a dois jogos. Confiança não se pega assim, e temos que aproveitar esse momento para entrar 100%. Temos muita margem de crescimento na nossa equipe e durante os dias precisamos trabalhar para ser cada dia melhor, que é uma coisa que o Tite cobra bastante - avisou Uendel, que será mantido como titular na partida contra o Ituano, na Arena Corinthians.

Além de evitar a acomodação, o Corinthians terá uma missão a mais neste sábado: manter a defesa em segurança. A equipe de Tite já não sofre gols há quatro jogos (Botafogo-SP, Cerro Porteño, Linense e São Bernardo), e defesa manter a estatística na Arena.

- Para nós não é feriado, não. Precisamos estar muito fortes na competição, essa folga deixa para os familiares, amigos, porque estamos em um momento muito importante. O Tite gosta de treinar porque a bola cruzada do Ituano é perigosa, e a gente treina jogo a jogo. Eles têm bola parada boa, jogadores altos, e por isso o Tite repetiu bastante aquela bola aérea - disse Felipe, citando o principal trabalho realizado nesta sexta, em atividade tática.