Treino do Corinthians
LANCE!
09/02/2016
18:55
São Paulo (SP)

Apresentado no Corinthians nesta terça-feira de Carnaval, o atacante André teve de responder a diversas perguntas sobre problemas extracampo. Aos 25 anos, o jogador admitiu que a fase "baladeira" o atrapalhou em outros clubes, mas disse que amadureceu com as situações e que agora está focado em apenas ajudar o Timão.

- Acho que não preciso nem falar que estou feliz por estar aqui no Corinthians, é um clube muito grande, tem uma torcida muito fanática. Minha felicidade é enorme. As coisas extracampo... a gente sabe que aqui a cobrança é muito maior, mas foi um período que ficou para trás. No Sport eu fui muito feliz e não tive nenhum tipo de problema - afirmou André, referindo-se à passagem na equipe pernambucana no ano passado.

- De certa forma pode ter atrapalhado, mas são coisas que ficaram para trás e me fizeram amadurecer. Ninguém quer passar por essas situações, mas aconteceram. E me ajudaram a me dedicar mais, ter mais cuidado, serviu de lição e me ajudou muito. Amadureci com essas situações - completou.

André vem treinando com o restante do elenco desde o início da semana passada e assinou contrato na última sexta-feira até o fim de 2019 com o Corinthians. O jogador, porém, ainda aguarda para ser regularizado para poder estrear.

Como a Federação Paulista de Futebol e a Confederação Brasileira de Futebol estão em recesso por conta do Carnaval, o Corinthians corre para regularizar o reforço a tempo para enfrentar o Capivariano, nesta quinta-feira à noite, na Arena. O gerente de futebol do Timão, Edu Gaspar, mostrou pessimismo e afirmou que já avisou à comissão técnica que André e Giovanni Augusto não devem ter condições para a terceira rodada do Campeonato Paulista.

- Não sei se vai ter tempo hábil, mas conversei com a comissão técnica hoje (terça-feira) de manhã e falei que é uma situação difícil - disse Edu Gaspar.

Confira outras respostas de André:


Por que postou a foto com o escudo do Atlético-MG apagado?
Não foi para forçar nenhum tipo de saída, até porque não tinha necessidade. O presidente já sabia da minha vontade, não queria gerar essa polêmica, mas acabou gerando. É passado, assim como o Atlético-MG já é passado na minha vida. Meu foco é agora aqui no Corinthians.

Qual número pretende usar?
Não tenho preferência por isso, minha preferência é jogar.

Tem metas de gols para a temporada?
Não dá para falar de números de gols. Minha meta é jogar.

Como vê essa reformulação do elenco. Já conversou com Tite?
Tive pouco tempo, é jogo atrás de jogo, mas acho que ninguém melhor para montar e remontar um time como ele. O Tite já fez isso várias vezes. É difícil, mas o torcedor terá que ter paciência, são outros jogadores, mas lembrando no ano passado que o time embalou na metade do campeonato e foi campeão no fim. Única coisa que tem que falar é para o torcedor ter paciência porque não é fácil montar um time.

Os times que o Tite monta constumam consagrar o atacante...
Tomara que continue dando certo essa coisa de o 9 fazer muitos gols com o Tite. Minha função não tem segredo, é fazer gol, não adianta só correr. Então espero que continue dando certo. Com calma e paciência o Tite vai me orientando.