LANCE!
03/04/2017
10:42
São Paulo (SP)

Por meio de uma consulta à Conmebol, o Corinthians evitou a repetição do "caso Moisés", episódio em que relacionou o lateral-esquerdo para a estreia na Copa do Brasil, contra a Caldense, e descobriu horas antes da partida que o jogador tinha uma suspensão pendente quando ainda defendia o Bahia e não possuía condições legais de entrar em campo pelo Timão. No caso da Copa Sul-americana, dois jogadores foram alvos do pedido de informações do clube: Fagner e Jadson. Apenas o primeiro não está apto e será desfalque nas duas partidas contra a Universidad de Chile.

Fagner foi expulso no último jogo do Corinthians na Copa Libertadores de 2016, o empate por 2 a 2 contra o Nacional (URU) pela volta das oitavas de final, na Arena. O camisa 23 foi suspenso por dois jogos porque o lance foi considerado violento, e não poderá participar de nenhum dos confrontos desta primeira fase da Sul-americana. Jadson, por sua vez, também foi expulso em sua última aparição na Libertadores, ainda em 2015, na eliminação para o Guaraní (PAR), mas não foi suspenso por mais jogos e, como trata-se de outra competição, está liberado para entrar em campo sem restrições.

O substituto de Fagner nas partidas contra La U deverá ser o garoto Léo Príncipe, único lateral-direito do elenco além do titular. O restante da equipe será definido em dois treinamentos, nesta segunda e terça-feira, mas a tendência é que não haja muitas novidades em relação ao time que empatou sem gols com o Botafogo na ida das quartas de final do Paulistão, em Ribeirão Preto. Apenas o meia Rodriguinho, que não atuou por conta de dores no joelho, pode ser novidade na quarta, às 21h45, em Itaquera.