Bruno Cassucci
24/05/2016
07:10
São Paulo (SP)

Mesmo tendo histórico vencedor no Corinthians, Tite já está acostumado com momentos de crise, pressão da torcida e dificuldades para encontrar a equipe ideal, como atualmente. Entretanto, o técnico tenta evitar agora uma sequência negativa inédita. Se não ganhar da Ponte Preta, quinta-feira, na Arena, o comandante alvinegro chegará ao maior período sem vitórias à frente do Timão: 39 dias.

O último triunfo corintiano foi sobre o Cobresal (CHI), ainda pela fase de grupos da Libertadores, em 20 de abril. Caso perca ou empate com a Macaca, a equipe só terá a chance de acabar com o jejum diante do Sport, domingo, dia 29.

Se isso ocorrer, Tite irá superar o seu mais longo período de seca no clube, que ocorreu no início da primeira passagem dele pelo Corinthians, em 2004. Na ocasião, ele ficou 38 dias sem ganhar entre a estreia contra o São Paulo e a vitória sobre o Coritiba (cinco partidas).

Porém, vale ressaltar que o treinador já passou por sequência de jogos pior. O recorde é de 2013, quando ficou oito jogos sem ganhar (29 dias, entre 4 e 29 de setembro). A seca atual é de cinco partidas, a maior desde que Tite voltou ao Parque São Jorge, ano passado.

– Qual a receita para o próximo jogo? “Trabalhar com qualidade” – disse o técnico após a derrota para o Vitória, no último domingo, quando admitiu intranquilidade por conta do mau momento.

Tentando acabar com a seca, Tite terá de mexer na equipe novamente. Ele não poderá contar com Balbuena e Elias, que viajaram para a disputa da Copa América, nos Estados Unidos. Assim, independentemente dos substitutos escolhidos, o treinador levará a campo a 25ª escalação diferente em 31 duelos nesta temporada. Sinal de que ainda busca o Corinthians ideal...

PIORES SEQUÊNCIAS DE TITE NO TIMÃO

- Em tempo
Maior período de Tite sem vitórias no comando do Corinthians foi em 2004, logo no início da sua passagem pelo clube. Ele ficou 38 dias sem vencer entre a estreia e o triunfo sobre o Coritiba. Neste intervalo, acumulou três empates e duas derrotas.

- Em jogos
Em 2013, na última passagem pelo Timão, treinador ficou oito jogos sem ganhar num intervalo de 28 dias. Perdeu para Internacional, Botafogo, Goiás, Ponte Preta e Portuguesa, e empatou com Náutico, Cruzeiro e Grêmio. Jejum acabou com vitória sobre o Bahia.

- Atual
Equipe não ganha desde 20 de abril, quando goleou o Cobresal (CHI) por 6 a 0. Desde então, perdeu para o Vitória e empatou com Osasco Audax, Nacional (duas vezes) e Grêmio.