Gabriel Carneiro e Rodrigo Vessoni
02/08/2016
11:13
São Paulo (SP)

O Corinthians está próximo de perder o volante Bruno Henrique, titular desde o início do ano e um dos destaques da equipe na campanha que rendeu a liderança momentânea do Campeonato Brasileiro. Apesar do discurso otimista quanto à renovação do contrato que vence no fim de 2016, o clube tem conhecimento de que o camisa 25 tem uma boa proposta do Torino (ITA) em mãos e deve topar.

O clube italiano está disposto a pagar o valor da cláusula de liberação do volante, de 4 milhões de euros (R$ 14,5 milhões). Detentor de apenas 25% dos direitos econômicos e sem poder de barganha, o Timão não tem o que fazer se Bruno Henrique aceitar a oferta, e receberia 1 milhão de euros (R$ 3,6 milhões) pela negociação de seu titular.

O Torino tem até 31 de agosto, quando fecha a janela de contratações na Europa, para efetivar a compra de Bruno Henrique, e o Timão tenta ganhar tempo para convencer o jogador e seus representantes de que o melhor negócio é permanecer no Brasil: uma reunião deve ocorrer inclusive nesta terça-feira, entre atleta e direção do clube.

Bruno Henrique é jogador do Corinthians desde 2014, mas ganhou a condição de titular nesta temporada, após a venda de Ralf ao futebol chinês. Em março, o clube abriu negociações pela renovação do contrato que vence em dezembro deste ano, mas não encontrou facilidades. Apesar de dirigentes terem dito publicamente que o acordo para aumentar o vínculo por mais dois anos estava "encaminhado", as dificuldades se acumularam. Como revelou o LANCE! na semana passada, a renovação estava travada.

O maior obstáculo do Corinthians na negociação foi a necessidade de efetivar a compra de 25% dos direitos econômicos de Bruno Henrique hoje detidos pelo Coimbra, clube administrado pelo Banco BMG, já que o Timão só detém 25% e os 50% restantes são do Londrina, clube formador do volante. 

Na semana passada, dirigentes do Corinthians voltaram a dizer que a renovação de Bruno Henrique está próxima, e o clube de fato tem uma oferta preparada apenas para o jogador assinar. Porém, o interesse do Torino deve atrapalhar as conversas.