Marlone

Meio-campista tem apenas dois gols marcados em 14 partidas pelo Corinthians neste ano (Foto: Daniel Augusto Jr)

Gabriel Carneiro
06/07/2016
18:03
São Paulo (SP)

Sem atuar há mais de um mês, desde o dia 4 de junho, o meio-campista Marlone sofre com a falta de espaço na equipe do Corinthians, mesmo após a troca do técnico Tite por Cristóvão Borges. Contratado pelo Timão no início da temporada e com apenas 14 partidas realizadas até o momento, ele foi procurado por duas equipes que também disputam a Série A do Campeonato Brasileiro e pediu tempo para pensar nas ofertas de Sport e Ponte Preta, que desejam contar com o jogador por empréstimo até o fim de 2016.

O Corinthians não está disposto a negociar Marlone, nem que seja por apenas um semestre, mas a vontade do jogador pode pesar contrariamente à decisão da diretoria. O meia já disse a amigos e pessoas próximas que não entende a razão de ter pouco espaço no Timão, já que não apresenta problemas físicos e realiza seus trabalhos no CT Joaquim Grava em bom nível. Ainda assim, as últimas declarações de Marlone davam conta de que ele desejava permanecer no Corinthians e seguir brigando por espaço, especialmente porque Cristóvão está em início de trabalho. Seu status dentro do elenco, porém, não sofreu alteração significativa após os quatro primeiros jogos do novo técnico.

Ano passado, Marlone chamou atenção na disputa do Campeonato Brasileiro pelo Sport, e tem admiradores dentro do clube e da torcida até hoje. Já a Ponte Preta é onde trabalha o técnico Eduardo Baptista, justamente o profissional que o comandou em seu melhor momento pelo Sport. As duas equipes já formalizaram o interesse aos representantes de Marlone, que repassaram ao próprio jogador.

A princípio, Marlone não sinalizou positivamente a nenhuma das sondagens, mas também não descartou o interesse de Sport e Ponte Preta. Ele pretende ter uma conversa com diretoria e comissão técnica do Corinthians para saber se há intenção de utilizá-lo neste segundo semestre. A partir desta reunião, que deve ocorrer no início da próxima semana, é que deve sair a decisão.