LANCE!
17/11/2016
07:30
São Paulo (SP)

O Corinthians estagnou na sétima colocação do Campeonato Brasileiro. Mesmo com seus adversários diretos pelo G6 e uma vaga na próxima edição da Copa Libertadores em má fase, a equipe paulista não consegue avançar um único passo à frente. Nesta quarta-feira, aliás, uma vitória simples renderia a sexta posição, mas o Timão sofreu um gol aos 47 minutos do segundo tempo, ficou no empate em 1 a 1 com o Figueirense e segue em sétimo lugar, exatamente de onde partiu o técnico Oswaldo de Oliveira, contratado há pouco mais de um mês.

Oswaldo já comandou o Corinthians em seis partidas, sendo uma válida pela Copa do Brasil (derrota por 4 a 2 para o Cruzeiro que selou a eliminação no Mineirão) e outras cinco pelo Brasileirão. Nos pontos corridos, uma vitória, três empates e uma derrota, aproveitamento de 40% dos pontos disputados. Ele assumiu o Timão em sétimo lugar e segue na mesma colocação após os cinco primeiros jogos, com um ponto a menos que o Atlético-PR, que abre o G6.

Agora restam três jogos até o fim da temporada: Internacional e Atlético-PR na Arena Corinthians e Cruzeiro no Mineirão. A esperança é iniciar a reação e voltar firme à disputa pela vaga na Libertadores já na próxima segunda-feira, quando recebe o ameaçado time gaúcho. Pelo menos esta é a opinião do técnico Oswaldo de Oliveira, que enfrenta críticas e tenta colocar o Timão nos eixos.

- Vamos trabalhar. (Contra o Inter) Voltam os meninos, Balbuena, Romero, Guilherme e Uendel estão encaminhados. Mas temos um adversário que é dificílimo, qualificado, que não entendemos porque está nessa situação de rebaixamento. Mas temos que impor nosso jogo e vencer. Temos três jogos e uma situação palpável para conseguir a classificação - disse o técnico, que fez fortes críticas à arbitragem após o empate em Santa Catarina.

Depois de dez dias de trabalho entre a goleada sofrida contra o São Paulo e o empate contra o Figueirense, o Corinthians terá apenas três dias de preparação antes de enfrentar o Internacional na segunda-feira, às 20h. O elenco volta de Santa Catarina na manhã desta quinta-feira.