LANCE!
17/10/2016
07:55
São Paulo (SP)

Depois de balançar as redes na vitória por 2 a 0 sobre o América-MG e se isolar como o maior artilheiro da Arena Corinthians, com 16 gols, o atacante Romero deu uma contundente entrevista coletiva. O paraguaio reclamou de críticas que vem sofrendo e explicou por que comemorou com o zagueiro Vilson ao marcar.

Sem citar o nomes, Romero mostrou estar incomodado com a opinião de comentaristas. Ele pediu mais respeito, lembrou que é o goleador do Timão na temporada, com 15 gols, e pediu respeito.

- Fico chateado por isso, não vim aqui para roubar, só quero trabalhar. Nunca faltei ao respeito com ninguém da imprensa e da torcida, sempre respeitei todo mundo. Não sei porque me criticam desta maneira. Faço meu melhor, tem dia que não acontece como eu queria. No ano passado quase não joguei, então fico feliz, estou no melhor momento da carreira, voltei para a seleção, hoje sou o artilheiro do Corinthians no ano e também do estádio, quero só respeito. Estou aqui para trabalhar. Agradeço o meu time, que sempre confiou em mim. Com a torcida, é só agradecer, eles querem que eu faça história. Mas gostaria de pedir a todo mundo mais respeito - desabafou.

O camisa 11 ainda disse que a sua comemoração com Vilson foi uma forma de mostrar que o grupo alvinegro está unido. Na última semana, quando Romero estava com a seleção paraguaia, o defensor agrediu o volante Marciel em treino.

- Todo mundo sabe o que aconteceu com Vilson. Antes do jogo disse que ia fazer gol e que ia comemorar com ele. Eu estava na seleção, mas sempre fico vendo notícias do Corinthians. O que aconteceu com Vilson e Marciel foi momento de nervosismo. Foi um momento difícil para eles, então quis mostrar que o grupo está unido para chegar no mais alto possível no Brasileirão - explicou o paraguaio.