rodriguinho corinthians

Volante foi titular em todos os jogos sob o comando do técnico Cristóvão Borges no Timão (Foto:Luis Moura/WPP)

Gabriel Carneiro
12/07/2016
13:16
São Paulo (SP)

Titular do Corinthians em todas as partidas comandadas pelo técnico Cristóvão Borges e autor de um gol e uma assistência neste período, o volante Rodriguinho admite que parte da torcida alvinegra e dos críticos ainda não "engoliram" sua boa fase na equipe. Em entrevista coletiva concedida nesta terça-feira, três dias depois após marcar na vitória fora de casa, por 2 a 0, contra a Chapecoense, o camisa 26 fez uma espécie de desabafo. O próprio corintiano chegou a dizer que sua manifestação não era "nem reclamação e nem desabafo", mas expôs insatisfações sobre o modo como ainda é visto pela opinião pública.

- Algumas pessoas não veem certas coisas. Se eu não dou passe para gol ou faço gol é porque joguei mal, mas não é assim. Sou volante, tenho que marcar, não posso ser cobrado para decidir todos os jogos. Isso não é uma reclamação, nem um desabafo, é uma coisa que acontece. Às vezes tento nem escutar certas coisas, só ouço coisas de pessoas que realmente venham a somar, pessoas inteligentes, que saibam o que estão falando. Isso é que me ajuda a crescer como pessoa e profissional. O resto a gente deixa para lá. Mas eu sou um cara tranquilo - relatou Rodriguinho, satisfeito pelo momento que vive.

Jogador do Corinthians desde o segundo semestre de 2013, Rodriguinho foi contratado como meia armador após se destacar com a camisa do América-MG, mas hoje atua em uma função mais recuada. Ao lado de Bruno Henrique, o camisa 26 é um dos volantes titulares no 4-2-3-1 do técnico Cristóvão Borges, e tem sido peça importante da equipe em 2016. Ao todo, Rodriguinho atuou em 25 jogos oficiais do ano, sendo 21 como titular, e soma bons números: três gols e quatro assistências.

Reserva no fim da passagem de Tite, Rodriguinho retribuiu a confiança de Cristóvão em sua sequência como titular e ainda foi beneficiado pelas lesões de diversos jogadores: Cristian, Elias, Camacho e Willians foram afastados por determinados períodos. Agora, ao fazer gol contra a Chapecoense, Rodriguinho espera ser mais bem visto.

- Pelo momento que estou vivendo, de uma sequência legal, foi importante fazer um gol. É uma posição muito disputada, com jogadores de ótimo nível, mas acho que estou bem nas partidas que joguei e o pessoal da comissão está gostando também. Que bom que estou conseguindo colocar meu pezinho e essa dúvida na cabeça do Cristóvão. Estou tentando fazer o meu melhor, e vou tentar fazer em todos. (Não ser valorizado) Acaba incomodando em determinados momentos, mas sou volante, não podem me cobrar gol todo jogo. Tem que cobrar dos centroavantes, mas estou sempre ali para ajudar - disse o contestado, mas em alta, meio-campista do Corinthians.