Marcio Porto
13/12/2017
05:45
São Paulo (SP)

O Corinthians tem como objetivo no mercado contratar mais um atacante que atue pelos lados do campo para 2018. Uma opção poderia estar no próprio clube: é o caso de Lucca, que voltará de empréstimo da Ponte Preta. O jogador possui as características pretendidas pelo técnico Fábio Carille, mas no momento a diretoria do Timão tem outros planos para ele: é considerado a melhor moeda de troca e trunfo para reforçar o time para a temporada do ano que vem. 

Lucca tem contrato com o Corinthians até julho de 2019. O Timão é dono de 60% de seus direitos econômicos, enquanto o restante está dividido entre Cruzeiro e Criciúma, seus ex-clubes. Como o atacante marcou 13 gols no Brasileiro pela rebaixada Ponte, está valorizado no mercado e a diretoria quer explorar bem isso para oferecer melhores opções a Carille.


O ideal, na visão da cúpula, seria uma transferência para aliviar o caixa, mas a possibilidade de o jogador ficar no Brasil é considerada maior. Por isso, a intenção é envolvê-lo em alguma troca. Algumas possibilidades já foram trazidas por Fernando Garcia, empresário do jogador. Porém, não avançaram, Uma delas foi pelo lateral-esquerdo Júnior Tavares, do São Paulo, mas o modelo de negócio não agradou ao rival. Também pesaram as declarações da mãe de Tavares, que menosprezou o Corinthians nas redes sociais. 

Outro jogador também empresariado por Fernando Garcia e com situação semelhante à de Lucca é Marlone. Atua pelos lados, mas tem características diferentes. Neste caso, o técnico Fábio Carille não pretende utilizá-lo, já que espera um jogador mais agudo, com facilidade para marcar e também chegar à frente. Marlone terminou o ano na reserva do Atlético-MG e também pode ser envolvido em troca. Seu nome foi cotado para ser moeda na possível negociação com o centroavante Tréllez, do Vitória, mas ainda não há nada concreto.

Até o momento, o Corinthians contratou o atacante Júnior Dutra, que disputou o Brasileiro pelo Avaí. Ele, de certa forma, preenche uma das lacunas de atacante pelos lados, podendo atuar aberto, mas Carille também o vê como meia-atacante e centroavante. O Timão também deixou tudo certo com o volante Renê Júnior, que assinará por três anos quando voltar de férias e procura um lateral-esquerdo para a vaga de Guilherme Arana e pelo menos mais um zagueiro para a vaga de Pablo.

No momento, as opções para o ataque são: Jô, Kazim, Carlinhos, Clayson, Romero, Marquinhos Gabriel e Pedrinho, além de Dutra.