Andre e Guilherme - Treino do Corinthians

André disputa com Guilherme uma vaga como titular contra o São Paulo (Foto: Mauro Horita/AGIF/Lancepress!)

Gabriel Carneiro
14/02/2016
10:05
São Paulo (SP)

Depois de Giovanni Augusto por 30 minutos na vitória por 2 a 1 diante do Capivariano, mais um dos dez reforços contratados pelo Timão fará sua estreia neste domingo, às 17h, no clássico contra o São Paulo, pela quarta rodada do Campeonato Paulista. Segundo Tite, depois de ser preservado para melhorar a condição física, o atacante André está relacionado e vestirá a 9 na Arena Corinthians pela primeira vez contra o São Paulo. Escalado como titular, o jogador de 25 anos entrará em campo para manter uma “rotina” que o acompanha pela carreira: em clássicos, ele costuma ir bem.

Ao longo de seis temporadas de sua carreira, e defendendo as cores de Santos, Atlético-MG, Vasco e Sport, André já marcou 14 gols em partidas contra os rivais de suas equipes. Apenas pelo Sport, já que disputou só o Brasileirão do ano passado pela equipe pernambucana, e também pelos estrangeiros Dinamo de Kiev (Ucrânia) e Bordeaux (França) que o atacante não estufou as redes de um rival. No mais, São Paulo, Corinthians, Palmeiras, Cruzeiro, América-MG, Flamengo, Fluminense e Botafogo lamentaram os feitos do jogador nascido na cidade carioca de Cabo Frio,

O primeiro gol de André em jogos com alta rivalidade foi justamente contra o São Paulo, em outubro de 2009, na Vila Belmiro. Na ocasião, o garoto lançado por Vanderlei Luxemburgo anotou logo aos seis minutos do primeiro tempo na meta de Rogério Ceni, que acabaria fazendo o gol da vitória por 4 a 3 do Tricolor. André, porém, repetiu a dose pelo Santos na temporada seguinte, quando estourou, foi campeão de dois torneios e logo negociado com o futebol internacional.

Outro dado curioso é que André já estufou as redes de um dos quatro grandes clubes de São Paulo 15 vezes ao todo, em 45 partidas. Contra o Tricolor, adversário de sua estreia no Timão, foram 11 partidas e dois gols marcados, nos anos de 2009 e 2010. O rival preferido, porém, foi o próprio Corinthians, que sofreu sete gols de André antes do atacante ser anunciado como reforço.

Regularizado, André aguarda somente o apito inicial para viver suas primeiras experiências com a camisa do Corinthians. E tentar brilhar como foi no passado.