Maycon

Volante marcou um dos gols do jogo do último domingo (Foto: Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians)

Gabriel Carneiro
15/03/2016
08:05
São Paulo (SP)

Aos 18 anos, Maycon deverá ser submetido nesta quarta-feira a uma pressão que dá frio na barriga até nos mais veteranos. Autor de um dos gols da vitória do Corinthians por 3 a 0 sobre o Botafogo, domingo, pelo Campeonato Paulista, o volante é a opção mais provável de Tite para substituir o suspenso Rodriguinho no duelo diante do Cerro Porteño (PAR), pela quarta rodada da fase de grupos da Copa Libertadores.

A responsabilidade não é pequena. O Timão foi derrotado pelo mesmo Cerro na semana passada, e perdeu a liderança do Grupo 8 do torneio continental. Nesta quarta, às 21h45, na Arena Corinthians, qualquer resultado que não for uma vitória está fora do planejado por Tite.

Sem contar com Rodriguinho, suspenso, o técnico tem Maycon e Willians como opções possíveis, mas o garoto está à frente: ele tem tido conversas pessoais com o comandante desde a semana passada e está mais habituado a atuar na segunda linha de quatro, mais avançado. A dificuldade e a tensão de um jogo de Libertadores serão “apenas” novos desafios na trajetória da promessa.

– O Maycon é nascido em 1997, mas coloquei para treinar com os de 1996 e levei para competição. Ele sempre foi diferenciado, fazia a leitura do jogo antes de todo mundo, mesmo sendo mais novo. Eu falei uma vez para o pessoal lá de dentro que ele só não seria profissional se não quisesse. Ainda bem que ele quis – diz, ao L!, Sergio Odilon, um dos técnicos de Maycon na base do Timão.

- É um garoto muito educado, tranquilo, que jamais criou problemas. É um jogador obediente taticamente. Na verdade muitos meninos daquela geração eram assim, como o Guilherme Arana, que continua no Corinthians até hoje, ou o Malcom. Tudo o que era determinado nos treinamentos o Maycon fazia com muita aplicação, atendia prontamente, nunca foi jogador de responder ou criar caso. Agora o Tite tem um excelente reserva para o Elias e o clube tem um grande jogador. O Tite é experiente para fazer essa transição, e tenho certeza que ele não vai perder o Maycon. Ele é tecnicamente bom, ambidestro, e paciência somada à qualidade te mostra o caminho - completou.

Odilon dirigiu Maycon no sub-14 e no sub-15, e o colocou para disputar a Copa do Brasil Infantil de 2011 mesmo ele sendo mais novo que o restante dos companheiros. O atual camisa 22 também atuou improvisado como meia avançado e até lateral-esquerdo durante sua formação, o que desenvolveu características que hoje Tite dispõe, como a transição rápida, a mobilidade e a troca de posição.

Elogiado por Tite e no Timão há seis anos, Maycon quer sua chance. Ser precoce, até agora, deu certo.

OUTRAS PROMESSAS DA BASE NO TIMÃO

Matheus Vidotto

Matheus Vidotto
Goleiro jogou duas vezes no ano (Foto: Agência Corinthians)

Estreou no futebol profissional neste ano, contra o São Bento. Ainda jogou mais uma vez no período em que Cássio esteve lesionado. Além dele, Caíque França também está no grupo.

Guilherme Arana

Guilherme Arana
Lateral tem quatro jogos no ano (Foto: Agência Corinthians)

Lateral-esquerdo jogou quatro vezes na temporada, mas tem chances de ser mais acionado nos próximos jogos, já que Uendel tem oscilado. Já tem 20 jogos e um gol feito pelo Timão.

Matheus Pereira

Treino Corinthians, Matheus Pereira (foto:Daniel Augusto Jr)
Meia também ainda não jogou no ano (Foto: Agência Corinthians)

Garoto que perdeu pênalti na final da Copinha está inscrito na Libertadores, mas ainda não teve chance em jogos oficiais.

Claudinho

Claudinho
Atacante não estreou no ano (Foto: Agência Corinthians)

Preterido por Rildo na lista da Libertadores, está no elenco do Campeonato Paulista, mas ainda não estreou pelo Timão. Nível de rendimento nos treinos tem sido observado e elogiado.

Outros garotos
Zagueiro Pedro Henrique está inscrito nas duas competições, mas é a quinta opção do setor. No ataque, Isaac treina com o grupo sempre, mas sem jogar.