Bruno Cassucci, Gabriel Carneiro e Léo Saueia
14/12/2016
06:00
São Paulo (SP)

Em busca de um reforço para o meio-campo em 2017, o Corinthians mantém o nome de Rithely, do Sport, como prioridade. Porém, consciente das dificuldades e da demora nas negociações com o clube pernambucano, o Timão abriu conversas com outros dois jogadores que podem ser tratados como alternativas ao plano A: Renê Júnior, que pertence à Ponte Preta e atualmente defende o Bahia por empréstimo, e Alan Santos, do Coritiba. Coincidentemente, os dois tiveram passagens recentes pelo rival Santos, sendo que o segundo nome foi até comandado por Oswaldo de Oliveira em 2014.

O Corinthians já tem conversas com os representantes de Renê e Alan há alguns dias, mas ainda não formalizou oferta a nenhum deles. A ideia é insistir por Rithely, em negociação que está em espera. O Sport terá eleições presidenciais na sexta-feira, e só então será possível sacramentar qualquer negócio. Nos últimos dias, o Timão intensificou conversas com a atual diretoria do clube pernambucano, com os representantes do jogador de 25 anos e também o grupo investidor que detém 50% dos direitos econômicos.

Caso não tenha sucesso na busca por Rithely é que o Timão apostará em Renê Júnior ou Alan Santos. O primeiro nome é alvo antigo do clube e já teve negociações em 2015 - a contratação foi descartada por falta de acordo financeiro naquela oportunidade. Desde então, Renê voltou do Guangzhou Evergrande para a Ponte Preta, recuperou-se de lesão e foi emprestado ao Bahia na campanha do acesso à Série A do Brasileirão.

Renê Júnior tem mais um ano de contrato com a Ponte Preta, mas o Bahia tem preferência de compra e até mesmo de empréstimo por seis meses. O Bahia quer exercer sua prioridade, mas a entrada do Corinthians na história pode alterar os rumos da negociação. O volante não está nos planos da Macaca para 2017 por conta do alto salário que recebe.

O caso de Alan Santos é semelhante ao de Renê Júnior: houve consulta do Corinthians aos representantes, que mostraram disposição para o acerto, mas nada avançará enquanto não houver definição sobre Rithely. O volante de 25 anos tem contrato com o Coritiba até o fim de 2017 e as conversas com o Timão são vistas como a última oportunidade de fazer negócio com o jogador que antes havia atuado somente no Santos profissionalmente.