Oswaldo apresentado

Presidente Roberto de Andrade e técnico Oswaldo de Oliveira no CT antes da coletiva (Foto: Gabriel Carneiro)

LANCE!
14/10/2016
17:15
São Paulo (SP)

Apesar da insatisfação de aliados políticos por conta da contratação do técnico Oswaldo de Oliveira, o presidente do Corinthians, Roberto de Andrade, não vê um racha no clube. Nesta sexta-feira, o dirigente alvinegro concedeu entrevista coletiva na apresentação do novo treinador e falou sobre a divergência com membros da diretoria, que, inclusive, culminou saída do diretor adjunto de futebol Eduardo Ferreira.

- Meu relacionamento com o Andrés Sanchez (ex-presidente e ainda muito influente no Parque São Jorge) melhora a cada dia, não tenho problema com ninguém, quero que entendam. Ninguém rachou nada com ninguém, são divergências de opinião. Isso é mais um episódio, não tem problema político nenhum - afirmou Roberto de Andrade.

- Tenho que agradecer o Edu por esses quase dois anos à frente do futebol, foi de serventia muito grande, ele sai daqui com título (brasileiro do ano passado). Mas ele saiu por uma opção, estava cansado, vinha sinalizando que iria fazer isso no fim do ano e resolveu antecipar aproveitando mudança de treinador. Vai começar trabalho novo. Somos um grupo, somos unidos, sem problema algum - disse o presidente.

Roberto de Andrade pediu apoio a Oswaldo de Oliveira, que foi apresentado nesta sexta-feira e já assume a equipe para o jogo de domingo, contra o América-MG, na Arena Corinthians. O presidente conduziu a negociação com o novo treinador e foi pressionado até a melar a contratação.

- Oswaldo tem currículo bacana aqui no Corinthians, eu também tenho, estive presente nas grandes conquistas. As reclamações antes do início do trabalho são como vaiar antes de entrar em campo. Vamos esperar o trabalho ser iniciado, o Oswaldo colocar sua maneira de trabalhar, as coisas acontecerem. Oswaldo veio trabalhar já esse ano porque estamos dando importância grande a 2017. Isso não significa que vamos abrir mão de 2016, porque estamos vivos. O torcedor precisa ter mais confiança - disse Roberto de Andrade, antes de elogiar o treinador e mostrar confiança em relação ao trabalho dele.

- Tenho uma expectativa muito alta conhecendo o Oswaldo e como ele conduz as pessoas. É uma pena que vocês não tenham oportunidade de acompanhar dia a dia em clube de futebol. Mas é muito importante pessoa de pulso firme, determinação, diálogo e respeito com todos. Isso interfere diretamente dentro de campo. Análise de treinador não pode ficar resumida a resultados. Na minha visão o Oswaldo reúne muitos ingredientes para isso - declarou.

Agora sem Edu Ferreira, Roberto de Andrade busca um novo homem forte de futebol. O presidente disse que ainda não pensou em uma pessoa para assumir o cargo, mas prometeu aumento na qualidade do elenco corintiano para a próxima temporada.

- Não deu tempo de pensar nisso (substituto de Edu Ferreira), mas vamos resolver com calma, precisamos trazer uma pessoa que possa somar também. Mas em campo temos alguns nomes escritos, analisados, agora o Oswaldo vai sentar com a comissão e discutir, ver o que é melhor. Queremos uma equipe competitiva e vamos aumentar a qualidade do grupo - afirmou.