Gabriel Carneiro e Bruno Cassucci
15/06/2016
18:19
São Paulo (SP)

A ida de Tite para a Seleção Brasileira tirou do sério o presidente do Corinthians, Roberto de Andrade. Irritado com a postura da Confederação Brasileira de Futebol, que segundo ele agiu sorrateiramente, o mandatário alvinegro disse estar "p..." e falou em ruptura com a entidade que comanda o futebol brasileiro.

O dirigente reforçou não estar incomodado com a postura do treinador, mas disparou contra a CBF em diversos momentos de sua entrevista coletiva (confira como foi em tempo real).

- Não me pergunte nada da CBF, eu não quero saber nada em relação à CBF. Estou p... com a CBF para falar a verdade. Não recebi um telefonema, esse é o respeito que a CBF tem pelos clubes. O Corinthians merecia um pouco mais de respeito. O Tite para mim merece Seleção Brasileira, mas a Seleção não merece o Tite, a CBF não está acostumada a lidar com gente com ética, pela forma sorrateira com que tiraram o Tite - declarou Roberto de Andrade.

- Se eles agissem de outra forma eu não iria mudar o final da história. Todos na vida trabalhamos para alguém, não sou eu que vou mudar o destino. Se eles querem respeito, e não falo porque é o Corinthians. É o mínimo que um presidente da CBF tem que fazer, mas eles agem sorrateiramente e eu não admito isso. Não preciso da CBF para nada, e espero continuar não precisando. Para que eu preciso da CBF? Eu não preciso dele para nada. Quero o Corinthians forte e respeito ao Corinthians. E foi o que faltou bastante. Mas não temo nada. Vão por juiz para apitar contra? Aí tem que fazer revolução, entrar lá e derrubar tudo - completou.

Roberto de Andrade rechaçou não ceder mais jogadores à Seleção, pois disse ser impossível e que isto seria uma forma de punição aos atletas, não à CBF. O presidente ainda falou que não se arrepende de ter votado em Coronel Nunes para a vice-presidência da CBF.


- Meu voto não ter sido no Coronel Nunes não ia mudar nada, nem lá eu fui. Foi voto na Federação - falou o cartola.

Por mais de uma vez Roberto de Andrade falou que torce para que Tite tenha sucesso, apesar de sua ira com a CBF:

- Eu espero que o Tite não se arrependa, mas vamos aguardar para ver. Quando o Felipão foi para a Seleção todos queriam e foi um fiasco. Agora todos querem Tite, mas vamos torcer para não ser assim.