Bruno Cassucci, Gabriel Carneiro e Rodrigo Vessoni
09/06/2016
08:00
São Paulo (SP)

– O Cássio não está à venda, não está à disposição, não está nada. É atleta do Corinthians.

Enfático, o presidente alvinegro, Roberto de Andrade, dá o recado para os interessados em contratar o goleiro do Timão. Mesmo com o camisa 12 na reserva de Walter, o clube não pretende vendê-lo, muito menos para o mercado nacional.

Embora Roberto de Andrade diga que não recebeu nenhuma proposta por Cássio, o mandatário está ciente de que o jogador é cobiçado. O Grêmio, clube que revelou o arqueiro, é um dos que estudam a contratação dele. Segundo veículos de imprensa do Rio Grande do Sul, o Tricolor gaúcho teme perder Marcelo Grohe, que está com a Seleção, e vê o goleiro corintiano com potencial para substituí-lo.

– Ninguém nos procurou para nada. Li que o Grêmo contatou com o Corinthians, mas não falou com ninguém, muito menos comigo. Simplesmente nesse momento a titularidade deixou de ser dele e passou a ser do Walter, porque assim entendeu o treinador. Mas ele vai trabalhar para voltar – comentou o presidente do Timão, ao LANCE!.

Questionado sobre como lidar com a presença de um ídolo da Fiel na reserva, Roberto de Andrade tratou o caso com naturalidade:

– Todos os atletas são tratados iguais, não importa se titular ou não. Já pensou se a gente abrir mão de cada um que sair do time e for para o banco? Acaba o time. Maior exemplo disso é o Cristian, que ficou mais de um ano no banco e as às vezes até fora da reserva. Aqui qualquer um pode ser titular a qualquer momento.

Recentemente, Cássio renovou contrato com o Corinthians até o fim de 2019. Ainda chateado com a saída da equipe, mas menos abalado, o goleiro perdeu alguns quilos nas últimas semanas e voltou ao peso ideal.