Corinthians x Vitória

Marlone foi o nome da vitória corintiana nesta segunda-feira, na Arena, em Itaquera (Foto: Eduardo Viana)

LANCE!
22/08/2016
22:50
São Paulo (SP)

Depois de entrar no segundo tempo, marcar um gol e participar do outro na virada do Corinthians sobre o Vitória, nesta segunda-feira, Marlone se definiu como um ''premiado'' e disse que teve sua "melhor atuação" pelo clube. O meia-atacante evitou dizer que merece ser titular, mas disse que todo jogador precisa de uma sequência.

- Foi a minha melhor atuação. Contra o Cobresal (quando marcou dois na goleada por 6 a 0 pela Libertadores), estávamos classificados, não que eu descarte aquele jogo, foi uma das minhas melhores, até pelo gol que fiz (de voleio). Mas agora precisávamos da vitória e você entrar e ainda fazer um gol desse, para empatar e trazer o ânimo de volta, trazer a torcida, teve um gostinho a mais. Por sairmos atrás e termos buscado a vitória - disse.

- Acho que as coisas estão fluindo. Mesmo em pouco tempo... Fui premiado. Junto da equipe, isso é fruto do trabalho. Sempre fazendo minha parte no treino. O que planto, colho. Três pontos fundamentais para nós, agora é desfrutar. Jogador precisa de sequência, vocês (imprensa) sabem disso, dá ritmo, confiança, não só eu, mas todos. Mas não vou pedir, não quero fazer polêmica aqui - acrescentou o jogador.

O técnico Cristóvão Borges comentou a atuação de Marlone. Em entrevista coletiva, o treinador disse que o meia-atacante "terá sequência".

- Quem aproveita a oportunidade tem sequência, é o que posso dizer. Ele fez exatamente aquilo que ele trabalha normalmente, com jogadas mais agudas por dentro e por fora. Foi o que ele buscou, sempre que treina e entra. Foi bem e fez um belíssimo gol, que iniciou nossa reação. Marlone aproveitou a oportunidade e vai ter sequência - afirmou o treinador. 

Ainda após a partida desta segunda-feira, Marlone disse que teve proposta do Apoel, do Chipre. Ele ainda lembrou do interesse do Sport, mas afirmou que não era o momento de sair do Corinthians.

- Essa do Chipre realmente teve, me confirmaram meus agentes. Não sei se chegou até o Corinthians, mas eu soube do interesse. Eu espero o tempo certo das coisas. Quando vim para o Corinthians, consultei pessoas. Tudo tem um tempo certo para as coisas fluírem, não era o tempo de ir para o Sport ainda, para sair do Corinthians, acho que tem coisas reservadas aqui para mim ainda, estou em busca disso. Pretendo trabalhar ainda mais para as coisas fluírem naturalmente - afirmou Marlone, que chegou ao Timão no início do ano e tem contrato até o fim de 2020.