Torcedor Preso

Torcedor que admitiu crime em Oruro foi preso nesta sexta (Foto: Reprodução/Internet)

LANCE!
15/04/2016
13:20
SÃO PAULO (SP)

Em operação iniciada na manhã desta sexta-feira, a Policia Civil prendeu 26 torcedores organizados no estado de São Paulo. São ao todo 37 os mandados de prisão expedidos, além de outros de busca e apreensão em sedes dessas entidades, e dois dos alvos são Wellington Rocha, ex-presidente da Gaviões da Fiel, e Phillipe Gomes Lima, atual presidente da Pavilhão 9, ambas torcidas uniformizadas do Corinthians. Os dois não foram achados nos endereços indicados. As informações foram veiculadas pela Folha de S.Paulo. 

A operação, batizada de "Cartão Vermelho" foi deflagrada como resposta aos quatro episódios de violência ocorridos no último dia 3 de abril, domingo, entre torcedores uniformizados de Corinthians e Palmeiras. Uma das ocorrências levou à morte de José Sinval Batista de Carvalho, de 53 anos, que passava na praça Padre Aleixo Monteiro Mafra, em frente à estação São Miguel Paulista da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) e foi alvejado por um tiro. Outras pessoas ficaram feridas. Dos 20 que já foram presos, 18 estavam envolvidos nesses tumultos. 

Ao todo, são dez mandados de prisão temporária e 27 mandados de prisão preventivas para participantes dos confrontos ao lado da estação Clínicas.  Além das prisões, foram realizados mandados de busca nas sedes das organizadas Pavilhão 9, Gaviões da Fiel, Camisa 12 e Mancha Alviverde. A operação está sendo realizada em São Paulo, Guarulhos, Campinas, Santos, entre outros municípios da Grande São Paulo.

Operação da polícia em SP
Polícia faz busca na Mancha Alviverde (Foto: Arlete Alcântara)

No dia seguinte à barbárie, a Secretaria de Segurança Pública de São Paulo determinou que os clássicos no estado deverão ser disputados com torcida única. O secretário O secretário Alexandre de Moraes declarou então que 43 torcedores participantes do episódio haviam sido identificados.

Segundo o portal G1, dois torcedores da Mancha Alviverde foram presos na Baixada santista, um em Santos e outro em Praia Grande. 

PRESO DE ORURO

Um dos detidos pela Polícia na manhã desta sexta é o torcedor do Corinthians Helder Alves Martins, que assumiu a autoria do disparo do sinalizador que matou o garoto boliviano Kevin Espada, em Oruro, em um joga da Libertadores de 2013. Na época, o organizado tinha 17 anos Integrante da Gaviões da Fiel, Helder estaria envolvido na briga entre organizadas do Timão e Palmeiras após o clássico entre os times, no dia 3 de abril.