Lucca

Lucca tem chances de começar jogando nesta quarta-feira, contra o Atlético-PR (Foto: Daniel Augusto Jr)

Gabriel Carneiro
02/08/2016
16:42
São Paulo (SP)

Lucca pode ser a principal novidade promovida pelo técnico Cristóvão Borges para a partida contra o Atlético-PR, nesta quarta-feira, pela 18ª rodada do Campeonato Brasileiro. Sem contar com André, suspenso pelo terceiro cartão amarelo, e nem Danilo, que sofreu uma lesão e não ficará à disposição, o comandante estuda inovar na formação do ataque do Timão em defesa da liderança do torneio: além de Luciano, Lucca também é candidato a iniciar a partida na Arena da Baixada.

- Pode surgir algo diferente... No treinamento vou experimentar, fazer movimentação, e dependendo da resposta vou decidir - apontou o técnico do Corinthians em entrevista coletiva nesta terça-feira, no CT Joaquim Grava.

Lucca participou do treinamento técnico dos reservas na segunda-feira atuando como referência do ataque, e deve ser testado novamente nesta função na atividade com portões fechados desta terça. A concorrência dele se resume a Luciano, que vinha sendo titular, mas foi sacado da formação por Cristóvão pela entrada de Danilo e a seguir André. Para esta quarta, porém, o camisa 9 está suspenso e o número 20 sofre com um edema muscular na panturrilha direita. Outras opções, como Guilherme improvisado ou Isaac dificilmente serão pensadas pelo treinador.

Assim, a provável escalação do Corinthians contra o Atlético-PR é a seguinte: Cássio; Fagner, Yago, Balbuena e Uendel; Bruno Henrique e Elias; Romero, Giovanni Augusto e Marquinhos Gabriel; Lucca.

O banco de reservas não deverá ter grandes novidades, já que o zagueiro Vilson e o volante Camacho seguem fora de ação. Guilherme Arana também segue fora, pois está sendo medicado com uma substância anti-inflamatória que pode ser acusada em exame antidoping para tratar um terçol.

- Ainda não (serão relacionados). Eles estão completando a transição, trabalhando juntos, mas ainda existe alguma distância para quem está indo para o banco. Temos que ter o cuidado de colocar no melhor estado, até pelo risco de lesão. Primeiro espero que eles fiquem bem e depois serão relacionados - disse o treinador.