Gabriel Carneiro
29/10/2017
18:58
São Paulo (SP)

Título? Tô nem aí, tô nem aí... Pela sexta vez em 12 partidas disputadas no segundo turno do Campeonato Brasileiro, o Corinthians foi derrotado. Só que desta vez o resultado veio com os clichês "requintes de crueldade": gol de Lucca a favor da Ponte Preta, que venceu por 1 a 0 no estádio Moisés Lucarelli, e deu a chance de o rival Palmeiras encurtar a distância para apenas três pontos na liderança da tabela. E pior... o jogo seguinte é justamente contra o time de Dudu, Moisés e companhia.

"De pernas pro ar", como cantava no sucesso dos anos 2000 a xará do autor do gol da Macaca, o Corinthians continua descumprindo tudo aquilo que o fez chegar à liderança disparada do Brasileirão. Não há mais tranquilidade com a bola no pé, as demonstrações de garra diminuem a cada rodada e o repertório ofensivo não chama atenção. Tanto é que a primeira chance surgiu dos pés de Danilo, que ganhou a bola de Fagner e bateu pela linha de fundo.


Sem contar o lance da defesaça de Cássio com Rodrigo impedido, as melhores chances acabaram sendo do Corinthians na sequência. Teve cruzamento de Fagner em que Pablo tirou a bola da cabeça de Jô e errou o alvo e também teve uma blitz impressionante com defesa de Aranha em chute de Jadson, cruzamento de Rodriguinho, desvio do goleiro e chute de Gabriel no travessão. A pressão não rendeu nada, e quem aproveitou foi a Macaca.

Aos 39 minutos do primeiro tempo, Jeferson chegou à linha de fundo após descolar de Gabriel e cruzou para trás. Livre por conta de uma movimentação errada de Arana, Lucca apareceu sem marcação e cabeceou no canto direito de Cássio. Era gol da Ponte. Lembra do pesadelo do Corinthians na bola aérea? Ainda não acabou...

Carille "desatou as mãos" no segundo tempo. Tirou os dois volantes e Romero e colocou apenas jogadores ofensivos (Clayson, Pedrinho e Kazim). Foi Clayson o responsável por uma boa jogada pela esquerda que terminou com defesaça de Aranha após chute de Rodriguinho. A Ponte fazia de tudo para segurar, colocou zagueiro, tentou evitar os cruzamentos na área e garantiu a vitória que ainda não tirou a Macaca da zona de rebaixamento do Brasileirão.

Dono de péssimo aproveitamento no segundo turno, o Corinthians da melhor metade de campeonato na história pode perder a liderança na próxima rodada do Brasileirão. O Palmeiras, seis pontos, joga nesta segunda à noite contra o Cruzeiro, antes do Dérbi de Itaquera.

FICHA TÉCNICA:
PONTE PRETA 1 X 0 CORINTHIANS

Local: estádio Moisés Lucarelli, em Campinas (SP)
Data/hora: 29 de outubro de 2017 (domingo), às 17h
Árbitro: Marcelo Aparecido de Souza (SP)
Assistentes: Anderson José de Moraes Coelho e Bruno Salgado Rizo (ambos de SP)
Público e renda: 12.328 pagantes, 13.121 total / R$ 119.620,00
Cartões amarelos: Fernando Bob, Emerson Sheik, Naldo  e Danilo Barcelos (PON); Clayson (COR)
Cartões vermelhos:
Gol: Lucca, aos 39'/1ºT (1-0)

PONTE PRETA: Aranha; Nino Paraíba, Rodrigo, Yago e Jeferson (Luan Peres, aos 43'/2ºT); Fernando Bob e Wendel (Naldo, aos 32'/1ºT); Lucca (Felipe Saraiva, aos 47'/2ºT), Elton e Danilo Barcelos; Emerson Sheik. Técnico: Eduardo Baptista.

CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Balbuena, Pablo e Guilherme Arana; Gabriel (Clayson, no intervalo) e Maycon (Kazim, aos 36'/2ºT); Jadson, Rodriguinho e Romero (Pedrinho, aos 29'2ºT); Jô. Técnico: Fábio Carille.