Corinthians x Bragantino

Corinthians 2x0 Bragantino: primeira rodada da Copinha (foto: Wagner Souza/Futura Press)

Lucas Strabko
02/01/2016
21:24
São Paulo (SP)

É difícil precisar qual foi a maior chuva na partida entre Corinthians e Bragantino, na noite deste sábado, pela primeira rodada da Copa São Paulo de Futebol Júnior. Do céu, a água encharcou o gramado do Limeirão. Dos corintianos, gols incrivelmente perdidos que quase prejudicaram a vitória por 2 a 0 do Timãozinho.

Em busca do décimo título da Copinha, o Corinthians, recheado de promessas, começou pressionando o Braga. A primeira grande chance criada - e perdida - foi aos 10 minutos do primeiro tempo. A chuva ainda não caia do céu, mas a chuva de gols desperdiçados pelo alvinegro da capital já começava.

Léo Santos partiu pela ponta esquerda e cruzou rasteiro. Léo Jabá recebeu a bola dentro da pequena área, embananou-se com ela e deixou a bola passar. O lance motivou o Bragantino, que começou a atacar, mas sem tanta efetividade. O Timãozinho mantinha, assim como na maioria do jogo, a bola nos pés.

No final do primeiro tempo, o Corinthians esteve próximo - bem próximo! - de abrir o placar. Matheus Pereira enfiou bela bola para Gabriel Vasconcelos dentro da área. Quando o atacante foi chutar, acabou sendo travado pelo zagueiro adversário e a redonda sobrou para Léo Príncipe, quase em cima da linha, que tentou completar de calcanhar, mas acabou perdendo o gol.

O segundo tempo começou assim como o primeiro. Corinthians pressionando, jogando melhor e... perdendo gol! Léo Jabá fez boa jogada pela direita, cruzou para Tocantins, livre na grande área, que finalizou a bola quase no Parque São Jorge.

Após dez minutos, Tocantins se redimiu depois de outro cruzamento pela direita, agora de Léo Príncipe. A bola atravessou a área, Léo Jabá chutou, o goleiro Alysson fez grande defesa e a bola sobrou nos pés de Tocantins, que empurrou para as redes.

O Timãozinho começou a se soltar mais em campo, confiante pelo placar estar 1 a 0. A lateral-direita foi o grande trunfo da equipe, que criou as melhores chances por aquele lado. Em uma dessas, Léo Jabá serviu Tocantins que não mereceu palmas novamente e perdeu o quarto gol feito do Corinthians na noite.

Mas o azar acabava por ali enquanto a chuva - que vinha do céu - apertava em Limeira. Aos 30 minutos do segundo tempo, Gabriel Vasconcelos forçou outra grande defesa do goleiro Alysson, que deu rebote. Maycon finalizou para estufar as redes e selar a estreia com vitória do Corinthians na Copinha. Uma vitória por 2 a 0 que poderia ter sido muito mais elástica.