Carille

Técnico Fábio Carille no CT Joaquim Grava (Foto: Marco Galvão/Fotoarena/Lancepress!)

Marcio Porto
18/05/2018
06:10
São Paulo (SP)

A tendência é que Fábio Carille deixe o Corinthians para assumir o Al-Hilal, da Arábia Saudita, o que lhe garantiria de vez a independência financeira com os "dois caminhões" de dinheiro árabe. Trata-se de uma decisão de caráter pessoal, portanto sem julgamento. Entretanto, Carille estaria deixando o trabalho no momento em que sua obra de arte se mostra mais admirável. 

O Corinthians foi muito bem nos dois últimos jogos, contra Palmeiras e Deportivo Lara (VEN). Além de envolver seus adversários e construir vitórias sólidas, apesar da diferença nos placares, ganhou bons motivos para animar seu torcedor. A participação dos garotos Mantuan e Pedrinho é empolgante.

Pedrinho tem atendido à expectativa do torcedor, que o considera uma das maiores joias do clube nos últimos anos. Com extrema técnica e velocidade, passou a ser um ótimo criador de jogadas que quase sempre culminam em chances de gol. Habilidoso e insinuante, aliada a inteligência tática, deu um toque especial ao ataque. 

Já Mantuan tem feito, por um momento, o torcedor esquecer Fagner. Não se compara, claro. O titular ainda faz muita falta. Mas o garoto tem dado conta do recado e mostrado uma evolução muito agradável. Forte na parte defensiva, sobretudo no 1 contra 1, muito melhor na transição ofensiva. Foi assim contra o Lara em diversas situações, inclusive a do gol de voleio de Romero, após cruzamento seu. Uma ótima notícia para o corintiano. 

Nos outros setores, a mesma eficiência e ainda mais força técnica. Jadson voltou a ser decisivo, dando respiro para Rodriguinho, que vinha sendo um protagonista solitário. Juntos, o Timão é muito mais forte. 

Classificado para as oitavas de final da Libertadores e brigando em cima no Campeonato Brasileiro, Carille está perto de atingir o objetivo traçado para antes da Copa do Mundo. Mais que isso, faz com solidez e até brilhantismo. Vai deixar a obra inacabada, apesar de já ter feito história? A decisão não é fácil. Carille terá de abrir mão de seu melhor Corinthians se quiser embarcar nos caminhões árabes.