Tite, do Corinthians

Técnico do Corinthians quebra a cabeça para montar a equipe com todos disponíveis (Foto: Agência Corinthians)

Bruno Cassucci e Gabriel Carneiro 
01/04/2016
08:00
São Paulo (SP)

Para alegria de Tite e da Fiel Torcida, não é se trata de mentira de 1º de abril. Sem jogadores machucados, suspensos ou convocados, o Corinthians tem força máxima pela primeira vez na temporada.

Se já não bastasse a debandada de jogadores no início do ano, o treinador alvinegro contou desde janeiro com importantes baixas. Balbuena demorou a chegar, Elias e Marlone se machucaram, Luciano só foi relacionado no fim de fevereiro e as convocações para as seleções criaram dificuldades que acabaram ofuscadas pelas campanhas do clube no Estadual e na Copa Libertadores.

Agora, a expectativa é de que o que está bom fique ainda melhor. O fato ocorre em momento importante para o Timão, dias antes do clássico contra o Palmeiras, domingo, e às vésperas da fase final do Paulistão.

Mas, ao mesmo tempo em que cria alternativas e estimula a concorrência entre os atletas, o elenco completo cria dúvidas e “problemas” a Tite. Quem sai para Elias entrar? Romero, artilheiro da equipe na temporada com sete gols, seguirá na reserva? Balbuena ganhará a posição de Yago na defesa titular?

O comandante alvinegro deve seguir alternando reservas e titulares, mas a tendência é que mantenha, pelo menos no primeiro momento, a estrutura dos últimos jogos. Para o Dérbi, porém, uma mudança foi ensaiada: Elias treinou nesta quinta-feira na equipe principal na vaga de Rodriguinho e pode começar o clássico.

Tite evita fazer distinção entre atletas e destaca a importância de todos. Para ele, o importante é mudar peças e manter um padrão.

– Não esperava que a equipe crescesse tão rápido assim. Fico feliz e motivado a seguir – disse, após a vitória sobre a Ponte Preta.

Para o treinador, tão importante quanto escolher os 11 melhores é manter os demais motivados. Pelo discurso do reserva Balbuena, Tite vem obtendo êxito até o momento:

– Temos que sempre respeitar. O trabalho de quem não está jogando é se esforçar e estar pronto!

SOMBRAS DO ELENCO EM 2016

Balbuena 

Balbuena durante treino do Corinthians (Foto: Daniel Augusto Jr)
Balbuena disputa posição com Yago (Foto: Daniel Augusto Jr)

Zagueiro paraguaio tem só seis jogos pelo Timão, mas já marcou dois gols. Com ele como titular foram só quatro gols sofridos. Já passou até Vilson na disputa pela vaga de Yago na equipe titular.

Elias

Elias (Foto: Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians)
Elias briga com Rodriguinho e Guilherme (Foto: Agência Corinthians)

Volante ficou 12 partidas fora de ação por conta de lesão e agora volta com seu setor ocupado por Rodriguinho e Guilherme. Precisará brigar para recuperar sua posição.

Romero

Romero, do Corinthians
Romero tenta desbancar Giovanni Augusto (Foto: Agência Corinthians)

O reserva que está mais aceso na busca por espaço entre os titulares do Corinthians. É o principal artilheiro da equipe no ano, com 7 gols (6 em jogos oficiais), à frente de todos os outros. Melhor desempenho foi na de Giovanni Augusto.