Gabriel Carneiro
18/10/2017
07:40
São Paulo (SP)

Eleito como melhor zagueiro do Campeonato Paulista, Pablo atuou somente 17 vezes no Brasileirão, torneio que o Corinthians lidera com folga após 28 rodadas. Da mesma maneira como ocorreu em sua passagem pelo futebol francês, os problemas físicos voltaram a ser uma realidade na carreira do jogador de 26 anos, que vai nesta quarta-feira para o terceiro jogo consecutivo como desfalque do técnico Fábio Carille em razão de dores na coxa esquerda.

Já somando a partida desta quarta-feira contra o Grêmio, o camisa 3 chega à marca de 15 partidas sem atuar em 59 do Corinthians na temporada, o que representa 25% dos compromissos no ano. No total, desde que estreou em fevereiro, são 45 atuações, todas como titular, e até dois gols marcados, nas partidas contra Novorizontino e Mirassol pelo Estadual.

Ao longo da temporada, Pablo já foi poupado por desgaste físico (Ponte Preta), sofreu com sinusite (Universidad de Chile), dores na coxa direita (Vitória), contratura na coxa direita (Atlético-PR, Fluminense, Patriotas, Flamengo, Atlético-MG, Sport, Vitória e Chapecoense, além da substituição precoce contra o Avaí) e agora dores na coxa esquerda (Coritiba, Bahia e Grêmio). Além disso, ele ainda esteve suspenso em uma partida do Paulistão, contra o Linense.

O pesadelo dos problemas físicos teve seu momento de maior impacto quando Pablo defendia o Bordeaux, entre agosto de 2015 e dezembro de 2016. Ao todo, ele perdeu mais de cinco meses por conta de uma cirurgia para correção de hérnia inguinal (que ele considera um erro médico) e depois um problema no púbis. Recuperado quando o time já estava formado, o brasileiro conseguiu atuar apenas 17 vezes e por isso foi emprestado ao Corinthians.

Além das questões físicas, Pablo convive atualmente com o desgaste provocado por sua arrastada negociação para ficar no Corinthians em 2018. O jogador já chegou perto de ter 100% dos direitos econômicos comprados do Bordeaux, mas as negociações regrediram por conta de questões financeiras e as conversas só serão retomadas após o fim do Brasileirão. Parte da torcida corintiana direciona reclamações ao jogador por conta do imbróglio.

Enquanto a negociação não se resolve, Pablo é aguardado pelo departamento médico do Corinthians para a próxima rodada do Brasileirão. Depois do Grêmio o Timão volta a jogar na segunda-feira, 23 de outubro, contra o Botafogo.