Gabriel Carneiro
15/11/2016
19:09
São Paulo (SP)

Por motivos diversos, Oswaldo de Oliveira não contará com Balbuena, Vilson, Uendel, Romero e Guilherme no compromisso desta quarta-feira, às 21h45, contra o Figueirense, pela 35ª rodada do Brasileirão. O último nome é justamente aquele que mais participou de gols nos cinco jogos sob o comando do treinador e que não conseguiu se recuperar a tempo de dores no músculo adutor da coxa direita. Seu substituto será Lucca, improvisado como falso 9.

Lucca é o terceiro principal goleador do Corinthians nesta temporada, com nove gols marcados, atrás apenas de Rodriguinho, que tem dez, e Romero, que anotou 15. A questão é que ele é o jogador com menos partidas como titular entre os três artilheiros, com 25 jogos, contra 43 de Rodriguinho e 36 de Romero. Por isso, Oswaldo decidiu dar um voto de confiança a Lucca. E ainda assegurou que ele seria titular contra o Figueirense mesmo se Guilherme tivesse condições de jogo.

- A nossa intenção já era essa (Lucca titular) mesmo antes da recuperação ou não do Guilherme. Isso pela característica do Lucca de ser muito rápido e versátil, que pode dar opções quando analisamos situações de jogo. Na verdade já era minha intenção começar com Lucca, eu já havia conversado com ele sobre isso - disse Oswaldo de Oliveira após o treino desta terça-feira.

Lucca, aliás, pode ser peça-chave do Corinthians no duelo contra o Figueirense. O próprio Oswaldo explica o motivo: o Figueirense está na zona de rebaixamento e pode ter a queda sacramentada neste meio de semana. Além disso, o Corinthians disputa ponto a ponto um espaço no G6. O que tudo isso significa? Busca desesperada por gols no estádio Orlando Scarpelli.

- Jogos lá contra o Figueirense, em qualquer situação que eles estejam na tabela, são difíceis. Preparei bem a equipe para essa situação, porque não podemos deixar de ressaltar que é uma equipe que precisa desesperadamente da vitória e juntará seu esforço em torno disso. Mas nós também temos objetivos e precisamos forçosamente da vitória, o que enriquece a partida. Será um jogo disputado, com muita movimentação e intenção de gol, porque as duas equipes precisam vencer - explicou o técnico.