Gabriel Carneiro
03/11/2016
14:55
São Paulo (SP)

Depois de duas conversas com membros da diretoria do Corinthians, o meia Wagner recebeu uma proposta formal para se tornar jogador da equipe a partir da próxima temporada. O jogador de 31 anos deve obter a confirmação de sua rescisão com o Tianjin Teda, da China, nos próximos dias, e logo estará apto a assinar com qualquer clube sem custos além de luvas e salários. O Timão obteve informações sobre a situação contratual de Wagner na Ásia e só então elaborou sua oferta. Há uma diferença salarial que deve ser conversada entre as partes, mas a tendência é que não haja empecilhos.

Segundo uma das partes envolvidas na negociação, a diferença entre o que Wagner recebia na China e o que foi oferecido pelo Corinthians é pequena e não faria o jogador desistir do acerto. A questão é que o Corinthians ainda não está classificado para a Libertadores, não tem o planejamento para 2017 definido e o jogador tem recebido sondagens de outros grandes clubes do país.

Wagner está na China desde julho de 2015, quando foi vendido pelo Fluminense com participação dos empresários Ricardo Mello, Pedro Pereira e Rafael Scheidt (o ex-zagueiro, com passagem pelo próprio Timão). Sem espaço, ele foi liberado para passar férias no Brasil e aguarda a definição de seu futuro. Com apoio de um advogado, ele pleiteou a rescisão contratual do vínculo que duraria até julho de 2017 sem multa. A oficialização deve ocorrer em breve.


O Corinthians já tem dois reforços acertados para a próxima temporada: Luidy, que está em ação pelo CRB-AL na Série B do Brasileirão, e Jô, que também estava sem contrato após passagem pelo futebol chinês e fechou por três anos. O novo reforço do ataque, aliás, fez um lobby pela contratação de Wagner, que foi seu adversário no futebol chinês meses atrás.

- Não sei em que pé que está, mas é um excelente jogador, joguei com ele na seleção de base, joguei contra ele no Fluminense e na China. O conselho é, se tiver encaminhado, que venha. Aqui é um ótimo clube. Vai mostrar seu futebol, é uma boa pessoa. Que dê certo - disse o atacante.